Rondoniagora.com

Rondônia, 28 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Polícia

Justiça condena mais um acusado da morte do jovem Vinícius

Sexta-feira, 11 Abril de 2008 - 09:33 | RONDONIAGORA.COM


Apontado como um dos envolvidos no assassinato do estudante Vinícius Alencar, o comerciante Moisés dos Santos foi condenado a oito anos de cadeia nesta quinta-feira, pela Primeira Vara do Tribunal do Júri de Porto Velho. O crime aconteceu em abril de 2005, na Avenida Carlos Gomes, região central de Porto Velho. O réu estava preventivado e foi preso há poucos dias no Rio Grande do Norte.

Crime

A pena atribuída a Moisés deve ser cumprida em regime semi-aberto, mas ele deverá continuar recolhido no presídio Urso Branco pelo menos até o próximo dia 29, quando irá sentar novamente no banco dos réus, na Segunda Vara do Júri, acusado de tentativa de homicídio.

Crime

Vinícius tinha acabado de sair de casa e abastecia o carro em um posto de combustível, no cruzamento das Avenidas Pinheiro Machado e Tenreiro Aranha. Um amigo conhecido por Shaid, que havia se envolvido em briga em uma boate de luxo, a poucos quarteirões do local, pediu carona e foi atendido pela vítima. Foi quando aconteceu a perseguição que culminou com o assassinato.

Pelo que apurou a polícia, seis tiros de pistola teriam sido disparados contra o carro conduzido por Vinícius. Israel Duarte dos Santos, estudante de direito, foi apontado como suposto autor dos disparos. O projétil alvejou a vítima na altura do tórax e atingiu o coração.

O julgamento de Israel aconteceu em 2007. Ele foi sentenciado a 12 anos de cadeia, mas recorreu da sentença, ganhou direito de aguardar o resultado do recurso em liberdade, fugiu e não mais foi encontrado. Acusado de ser o homem que dirigia o carro onde estavam os amigos Moisés e Israel, o também estudante Rafael Salvagni Queiroz foi absolvido, mas a justiça anulou o julgamento e ele vai ser levado a Júri mais uma vez, em data a ser definida.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News