Rondônia, 07 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Polícia

Justiça decreta prisão preventiva da mulher acusada de raptar recém-nascido

Quarta-feira, 21 Maio de 2008 - 10:22 | RONDONIAGORA.COM


Jucélia Sampaio de Souza, acusada de raptar um bebê de apenas dez dias de nascido em Porto Velho foi recolhida ao Presídio Feminino na noite desta terça-feira, após passar por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). A pedido da delegada Roberta Oliveira de Freitas, da Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), a acusada teve a prisão preventiva decretada pelo juiz Álvaro Kalix Ferro.



Técnica em enfermagem, Jucélia já trabalhou em um hospital público em Porto Velho. Ela também tem passagem na polícia por furto, inclusive estaria devendo ao advogado contratado para defendê-la.

Na noite de segunda-feira, os policiais da DPCA chegaram a localizá-la, mas como Jucélia não estava com a criança e negou envolvimento no rapto, acabou liberada. Nesta terça à tarde, após ser reconhecida pela mãe da criança raptada, através das imagens gravadas pelo sistema de segurança eletrônica de um órgão público em frente à rodoviária, os investigadores retornaram à casa da suspeita e a prenderam.

Técnica em enfermagem, Jucélia já trabalhou em um hospital público em Porto Velho. Ela também tem passagem na polícia por furto, inclusive estaria devendo ao advogado contratado para defendê-la.

Casal

O casal para quem Jucélia entregou a criança foi ouvido e liberado. De acordo com a polícia, não ficou provado o envolvimento deles na ação criminosa.

Rapto

Na última segunda-feira, Pâmela Bruna Gonçalves, mãe de Pedro Henrique, aguardava atendimento no banco de leite do Hospital de Base, na última segunda-feira. Quando precisou ir ao banheiro, Jucélia se ofereceu para cuidar da criança. A acusada trajava roupas brancas e alegou ser funcionária da unidade de saúde. Em seguida apanhou um táxi e fugiu.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também