Rondônia, 20 de julho de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Polícia

Justiça mantém condenação de acusados de matar trabalhador durante assalto em Porto Velho

Sexta-feira, 20 Maio de 2022 - 09:48 | da Redação


Justiça mantém condenação de acusados de matar trabalhador durante assalto em Porto Velho

O Tribunal de Justiça de Rondônia manteve sem alterações a sentença da 4º Vara Criminal de Porto Velho que condenou Cesar José de Santana Filho, 31 anos, e Aldair da Silva Gomes, 32 anos, a mais de 29 anos de prisão, cumprida em regime inicialmente fechado, pelo crime de latrocínio, praticado contra o trabalhador Josimar Noé dos Santos, 37 anos, na tarde do dia 6 de março de março de 2020, em frente a uma loja de material de construção, localizada na avenida José Vieira Caúla, Bairro Cuniã, na capital.

De acordo com informações apuradas pelo RONDONIAGORA, César apontado como o criminoso que efetuou os disparos que tirou a vida do trabalhador, foi condenado a 29 anos e 11 meses de reclusão em regime fechado. A mesma pena teve Aldair, que estava em veículo Gol, na companhia de César.

César e Aldair já estavam presos, aguardando julgamento, desde uma operação deflagrada pela Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio, que coordenou todas as investigações referente ao crime.

O terceiro envolvido na morte do trabalhador, Ediclei Santos Moreira de Lima, 28 anos, teve prisão decretada, mas não foi localizado. Ele segue sendo procurado pela Polícia Civil.

Justiça mantém condenação de acusados de matar trabalhador durante assalto em Porto Velho
Ediclei Santos Moreira de Lima está sendo procurado pela Polícia

Dinâmica do crime

Segundo a Polícia, Aldair e Ediclei foram até uma agência bancária da Caixa Econômica, localizada na região central de Porto Velho, passaram a monitorar um casal de idosos e perceberam quando eles sacaram R$ 10 mil em espécie. César estava do lado de fora no veículo Gol, aguardando seus comparsas.

No momento em que o casal de idosos saiu da agência, César e Aldair seguiram as vítimas de carro. Ediclei seguiu seus comparsas de motocicleta. Quando os idosos pararam em frente a uma loja de material de construção, César, que estava armado, desceu do carro e subiu na garupa da moto de Ediclei e Aldair saiu do local.

De acordo com a Polícia, César abordou o casal e anunciou o roubo no momento em que entrava na loja de material de construção.

Um policial penal, que passava pelo local, deu ordem de parada para César, que correu, subiu a garupa da moto de Ediclei e começou a atirar. Foi nesse momento que Josimar Noé foi atingido com um tiro fatal na cabeça. O policial também foi ferido.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também