Rondônia, terça-feira, 22 de outubro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Polícia

Publicado em Domingo, 07 de Julho de 2019 - 07h10

Mais de 170 casos de pessoas desaparecidas foram registrados em Porto Velho só em 2019

da Redação


Mais de 170 casos de pessoas desaparecidas foram registrados em Porto Velho só em 2019

Nas delegacias de Porto Velho, de janeiro a julho deste ano foram registrados 136 casos de pessoas desaparecidas, de acordo com dados levantado pelo delegado titular da 8° DP, Cícero Cavalcante (foto). Com relação a crianças e adolescentes foram 43 ocorrências registradas na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

O delegado explica que 70% das ocorrências envolvendo vítimas de sumiço geralmente acontecem de forma involuntária, ou seja, a pessoa sai para algum lugar sem avisar e retorna para casa dias depois. “Esses tipos de casos acontecem bastante com adolescentes que vão para casa de amigos ou festas, não avisam os pais e aparecem dias depois. Existem situações em que a pessoa desaparece por causa de briga em família, mas depois retorna para o lar”, explicou.

Antes de registrar a ocorrência é importante que o comunicante procure os hospitais e o Instituto Médico Legal (IML). Verificar as redes sociais da pessoa também é recomendado para saber se tem algum tipo de localização. “Após ela fazer essa checagem e se ainda assim a pessoa não foi encontrada, o familiar precisa ir até a delegacia para registrar a ocorrência. Durante o registro, o comissário faz uma pesquisa no sistema da Polícia para saber se a pessoa não está presa por algum crime. Com tudo isso verificado, a gente passa para o setor de investigação apurar o fato”, relata Cícero Cavalcante.

Nos casos envolvendo crianças desaparecidas, a Polícia orienta que os responsáveis procurem uma delegacia no mesmo dia e registrar a ocorrência. “Quando um adulto desaparece, geralmente os familiares esperam completar o prazo de 48 horas para poder registrar a ocorrência, mas quando se trata de uma criança ou adolescente é diferente. O responsável precisa comunicar a DPCA no mesmo dia para que os policiais iniciem as investigações de imediato para localizar a vítima”, orientou o delegado.

Cícero Cavalcante destaca que para realizar o registro de desaparecimento é preciso ter o maior número de informações possíveis e não omitir dados. “Já ocorreu casos que o comunicante omitiu informações que havia ocorrido uma briga anterior ao desaparecimento e isso dificulta nosso trabalho. Relatar tudo sobre a pessoa é muito importante para que a gente consiga ter êxito na investigação e encontre a vítima”, destacou o delegado.

Fotos da pessoa, número de telefone celular para contato e as redes sociais também auxiliam os investigadores na procura pelo desaparecido. “Tudo isso ajuda muito na procura pela desaparecido. Houve um caso recente de uma adolescente que havia desaparecido e depois que foi divulgada na mídia a ela retornou para casa dizendo que estava na residência de uma amiga. Então, todo tipo de divulgação é válido”, pontuou Cícero Cavalcante.

Se a pessoa desaparecida for encontrada a família precisa comunicar a Polícia para que seja acrescentado na ocorrência. “É importante que a família nos comunique porque às vezes fica arquivado e a Polícia investiga sem saber que a pessoa apareceu, e as outras ocorrências que realmente a vítima não apareceu, acaba ficando na espera”, finalizou Cícero Cavalcante.

Ocorrências registradas nas delegacias de Porto Velho em 2019

1° DP: 17
2° DP: 24
3° DP: 5
4° DP: 26
5° DP: 22
6° DP: 17
7° DP: 12
8° DP: 13


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/policia/mais-de-170-casos-de-pessoas-desaparecidas-foram-registrados-em-porto-velho-so-em-2019)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions