Rondônia, quarta-feira, 20 de janeiro de 2021
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Polícia

Publicado em Segunda, 03 de Junho de 2013 - 09h02

MP investiga policiais do MS por roubos em Rondônia e outros dois estados

MidiaNews


Ao menos 12 policiais, entre civis e militares, serão investigados como participantes do esquema criminoso da quadrilha que realizou dezenas de ataques a caixas eletrônicos em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia.

O bando foi desarticulado no mês passado. Foram indiciadas 35 pessoas, sendo 14 delas denunciadas por formação de quadrilha e roubo.

O pedido foi feito pelo Ministério Público do Estado (MPE), que enviou inquérito para a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil para novas investigações.

Segundo o ministério, pelo esquema, os policiais teriam dado apoio logístico à quadrilha, chegando a levar munição e armas nas viaturas para que fossem feitos os ataques aos caixas eletrônicos.

Outra suspeita é que os policiais também monitoravam os avisos de ataques aos caixas e informavam a direção errada de onde estavam os ladrões.

Os nomes dos policiais foram apontados por integrantes do bando durante depoimento. No entanto, nenhum desses nomes aparece na conclusão das investigações.

O delegado Flavio Strigueta, titular da GCCO, responsável pela Operação Implosão, esclareceu que todos os nomes citados foram investigados, mas não há indícios da participação deles nos crimes.

“Os nomes citados foram investigados um a um. Só que não encontramos indícios da participação deles, não houve enriquecimento ilícito, não há depósitos suspeitos nas contas”, frisou o delegado.

Em alguns casos, os integrantes do bando passavam alguns nomes, mas recusavam a colocar no papel, dificultando as investigações. Uma das hipóteses formuladas é que os bandidos pagavam em dinheiro. Com isso, evitava-se obter alguma prova da participação deles no esquema.

O delegado confirmou que há informações da participação de policiais no apoio logístico e que chegaram a levar armas e munições para os bandidos, além de informá-los sobre o andamento das buscas iniciais “Só que não temos provas suficientes para fazer o indiciamento”, ressaltou.

As investigações da quadrilha iniciaram em 2011 com monitoramento das quadrilhas que atacaram 106 caixas de auto-atendimento naquele ano. Muitos dos investigados foram presos pelo GCCO ao longo das apurações em Mato Grosso e nos estados envolvidos.

Desde então, alguns pontos chamavam a atenção e entre eles, o fato dos bandidos conseguirem escapar mesmo com a Polícia sendo acionada e também atacando locais públicos – como supermercados 24 horas. Os ataques foram somente no horário em que eram fechados para o trabalho de manutenção.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions