Rondoniagora.com

Rondônia, 03 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Polícia

Mulher é atingida com tiro de espingarda enquanto dormia em sítio na BR; Irmão de criação é o principal suspeito

Terça-feira, 14 Fevereiro de 2017 - 15:14 | da Redação


Mulher é atingida com tiro de espingarda enquanto dormia em sítio na BR; Irmão de criação é o principal suspeito

Uma mulher de 41 anos levou um tiro, disparado provavelmente de uma espingarda, na manhã desta terça-feira (14), por volta de 5h50min, em um sítio no quilômetro 15,5 da BR-364, em Ouro Preto do Oeste. O disparo atingiu as costas da vítima, do lado esquerdo.

Eva foi socorrida pela equipe do Corpo de Bombeiros ao Hospital Municipal Laura Maria Carvalho Braga, em Ouro Preto do Oeste, e depois foi encaminhada para o Hospital Regional de Ji-Paraná. O médico que viajou com a vítima para Ji-Paraná informou que o estado de saúde dela é grave.

O marido da vítima, identificada como Eva Cassiano de Souza Guilhermino, levantou assustado com um estampido de arma de fogo, e ao verificar o que ocorrera encontrou a mulher caída e ensanguentada, e acionou o socorro e a Polícia Militar.

Eva foi socorrida pela equipe do Corpo de Bombeiros ao Hospital Municipal Laura Maria Carvalho Braga, em Ouro Preto do Oeste, e depois foi encaminhada para o Hospital Regional de Ji-Paraná. O médico que viajou com a vítima para Ji-Paraná informou que o estado de saúde dela é grave.

De acordo com informações prestadas à PM pelo marido da vítima, ela disse após levar o tiro que quem efetuou o disparo foi um homem de nome Francisco Alves Apolinário, um irmão de criação. Segundo declarações da mãe da vítima, que reside em Ouro Preto no Jardim Aeroporto, Francisco Alves é seu enteado e ele tinha uma sociedade comercial com Eva, mas a vítima ficou de passar um dinheiro para o suspeito, o que não ocorreu até esta data.

Ainda segundo a declarante, Francisco Alves esteve participando de confraternizações de fim de ano em sua casa, na casa da vítima, e permaneceu por um longo período, e depois não foi mais visto.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News