Rondônia, 06 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Polícia

Nota oficial da Prefeitura de Porto Velho sobre a greve na Educação

Sábado, 02 Abril de 2016 - 19:58 | Da Redacao


Atualmente estamos vivendo um momento de cautela em que os gestores de muitas cidades brasileiras estão cortando custos. Por sua vez, os trabalhadores, exercendo o seu direito de greve, reivindicam receber salários atrasados.

Em Porto Velho é diferente. Mesmo com a crise nacional estamos com as contas equilibradas por causa de uma gestão planejada, sem necessidade de cortes de pessoal e com todos os pagamentos em dia. É sabido que nos últimos três anos, garantimos uma média de 35% a 55% de aumento nos salários dos trabalhadores da Educação. O exemplo são os professores de 40 horas que em 2012 recebiam em média 2.701,93 e hoje recebem 4.103,86.

Também é sabido que nestes últimos três anos os profissionais da Saúde foram os menos beneficiados e por isto já havíamos planejado um abono para esta categoria para recuperar o período com poucos reajustes. Essa gestão sempre trabalhou pelos benefícios de todos os servidores públicos do município.

Não podemos extrapolar o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. Por isso propomos um abono de quarenta reais para os trabalhadores da Educação e mais a incorporação dos oitenta reais em seus vencimentos que levarão para a aposentadoria.

Hoje os trabalhadores da Educação do município de Porto Velho tem o maior salário da Educação pública do Estado de Rondônia. Queremos fazer com que os profissionais da Saúde e de outras secretarias também possam ter o maior salário do Estado de Rondônia.

Prefeitura de Porto Velho

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também