Rondônia, quinta-feira, 14 de novembro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Polícia

Publicado em Quarta, 19 de Agosto de 2009 - 15h28

Operação evita degradação da Reserva Extrativista Rio Preto Jacundá

PM


Na operação “caipora”, que está sendo realizada na Reserva Extrativista Rio Preto/Jacundá, em Machadinho do Oeste (RO), por policiais do BPA (Batalhão de Polícia Ambiental), da COE (Companhia de Operações Especiais), da DCCMA (Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente), servidores da SEDAM (Secretaria de Meio Ambiente do Estado), foram conduzidas à delegacia na última terça-feira, 18, 20 pessoas flagradas cortando ou transportando madeira do interior da Reserva. A polícia informou que destes, seis foram flagranteados; apreendidos cinco tratores, 11 motoserras, quatro caminhões, armas e munições.

De acordo com o tenente coronel PM Vilson de Salles Machado, comandante do BPA, esta operação com os demais organismos na reserva Extrativista Rio Preto/Jacundá visa inibir a degradação ambiental na área que tem em média 97 mil hectares, construção de estradas, transporte de madeiras, aberturas de picadas para loteamento, vendas de terras na reserva. Também há indícios de pessoas armadas no local.

O diretor regional de Gestão Ambiental da SEDAM em Machadinho do Oeste, Elizeu Bescola, declarou estar bastante preocupado com a situação local. “Os danos causados são tão grandes que em volta dos abiuzeiros que acolhem aves e animais para se alimentarem do seu fruto, antes víamos rastros deles, hoje, já não existe mais, dada a devastação violenta”, disse ele.

O diretor regional acredita que as toras retiradas da reserva e apreendidas foram levadas pelos toreros para o município de Cujubim. “Aquilo que for necessário para coibir este feito, aplicamos a lei, considerando o que ela determina”, observou o delegado Cezar Almeida, que recebeu a visita do comandante, subcomandante do BPA, diretor da SEDAM e equipe. Já o promotor substituto Nelson Liu explicou que o Ministério Público está de portas abertas para aplicar a lei de acordo com suas interpretações na preservação do meio ambiente, observando que a lei do meio ambiente já prevê a perda dos bens apreendidos. Acompanhou a operação o major PM Beutler, subcomandante do BPA.

Barreira

Na barreira montada no interior da reserva a equipe fez abordagens e apreensões. Vilson dos Santos, 34, estava saindo com um caminhão. Para a equipe da operação "caipora", ele disse que ia realizar um frete de retirada de madeira em tora da reserva. Foi preso e o caminhão de cor azul, placa GKO 3610 apreendido. Duas pessoas estavam conduzindo o caminhão de placa GOJ 9123 quando avistaram a Polícia fugiram entrando na mata fechada.
No patrulhamento dentro da reserva foi apreendido um trator modelo 8060 4x4 de marca CBT.Em seu interior uma moto serra de nº 042130398.

Outros

Mateus Apolônio Junior, 34, quando estava saindo do interior da reserva, informou a equipe da Operação que trabalha como picador – localiza árvores em condições de corte e do tipo comercial – foi levado à delegacia em Machadinho do Oeste. Com ele a polícia apreendeu uma moto Titan placa NBE 2507. Conduzindo um trator Velmet modelo 1280, com guincho, Benedito Dias Figueiredo, 49, saía do interior da reserva, foi preso e conduzido a delegacia, na revista no trator foram encontradas duas motos serras. Também apreendidas.

Edezio Francisco da Silva, foi preso e conduzido à delegacia por estar no interior da reserva extrativista. À equipe ele disse que estava ali para ver um lote para compra haja vista que um elemento conhecido como Amarelinho de Cujubim lhe ofereceu a terra. Com ele foi apreendida a motop0laca NCV 4419.
Adenilton estava conduzindo a moto Honda placa NBV 1045 dentro da reserva. Indagado disse que trabalha para um individuo conhecido como Carlão que paga uma diária de R$ 30 por kilometro, na abertura de picadas para o loteamento. Explicou que estava em apoio a Valdenir de Jesus Santos e Nei Roberto Ferreira Peres.

Cortes

Foi flagrado realizando corte razo de madeira em toras da essência Embireira, José Maria Nogueira, com ele estavam Nivaldo Rodrigues, Juliano Rodrigues da Silva e Edson Lima Costa. A equipe apreendeu duas motos serras, um trator, uma espingarda sem numeração e marca e sete cartuchos.

Magno Pereira Barbosa retornava a este acampamento conduzindo uma moto de placa NCP 0883. Com ele a polícia apreendeu um revólver cal. 38 e cinco cartuchos intactos. Leandro Pereira Bathe, Adelson Lahass Raash, Saulo Glésio Palste, Adilson Abranmoski, vulgo "biu" este fugiu levando consigo uma espingarda calibre 22, deixando no local 11 cartuchos intactos no acampamento feito de lona.Lá estavam e foram apreendidos, dois tratores, uma moto, de placa NEE 3323, cinco motos serras, 80 toras, em um total de 200 m3, um caminhão.

Aurenilson da Silva Conceição, Edson Lima Costa, Josemar Almeida souza, Daniel da Silva Bruch, 47, Jurdilei da Silva Bruch, Alexsandro Carvalho Alves., estes trabalhavam para aquele na derrubada da floresta nativa e a supressão de aproximadamente 400 m de toras da reserva de preservação permanente.

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/policia/operacao-evita-degradacao-da-reserva-extrativista-rio-preto-jacunda)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions