Rondoniagora.com

Rondônia, 07 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Polícia

POLÍCIA PRENDE HOMEM ACUSADO DE MATAR ERNESTO CATÂNEO

Sábado, 26 Janeiro de 2008 - 05:32 | Lenilson Guedes


Após 10 dias de intensa investigação policiais militares pertencentes ao GIC – Grupo de Investigações e Capturas da Sesdec, em conjunto com policiais da delegacia de Patrimôni, o Serviço de Inteligência da PM e policiais civis em Ariquemes, conseguiram localizar e prender Luiz Fernando Soares da Silva, “Cowboy”, acusado de ter participado do assassinato do empresário Ernesto Catâneo, em Ariquemes. Ele foi preso por volta das 15 horas desta sexta-feira, em uma casa a cerca de 40 Km de Cujubim em Rondônia. Preso, foi apresentado ao delegadol Rilmo Braga, titular da delegacia de Polícia Civil em Ariquemes.
O acusado disse que não está arrependido, pois não matou o empresário e sim, o menor é o assassino. Disse ainda ter deixado o menor com a vítima na Travessa D-40, no município de Ariquemes, para fazer compras na cidade e pedir o resgate de R$ 2 milhões de reais. Sem ressentimentos, Luiz Fernando informou também que assistiu pelos meios de comunicação quando a Polícia encontrou o carro.
De acordo com o acusado, quando pretendia voltar ao cativeiro encontrou o menor na rodoviária que informou não ser mais necessário ir ao local onde estava com o seqüestrado. “Não precisa retornar, pois já fiz o serviço”, disse.
A imprensa local “Cowboy” deixou clara sua revolta com o fazendeiro. “Ele não sabia falar com ninguém”. Quando estava cavando buracos para cerca foi xingado por Catâneo. Para realizar o seqüestro passou cerca de uma semana junto com o menor embaixo de uma ponte aguardando o momento quando empresário saiu da fazenda para atacar.
Por outro lado, em seu depoimento ao delegado Rilmo Braga o acusado disse que há cerca de 3 anos trabalhou na fazenda da vítima como diarista não tendo nenhuma aproximação com Catâneo. Logo após, confessou ter sido ele o autor de várias pauladas na cabeça do seqüestrado. Confessou também que ao pedir o resgate o fazendeiro já estava morto.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News