Rondônia, 10 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Polícia

Procon registra quase 12 mil reclamações nos primeiros quatro meses deste ano

Terça-feira, 07 Junho de 2016 - 16:42 | Da Redacao


Nos primeiros quatro meses deste ano, o Procon já realizou 11.762 atendimentos de reclamações em Rondônia. A unidade de Porto Velho é responsável por 5.211 de consumidores que procuram por ajuda para terem os direitos garantidos. Ariquemes vem logo em seguida com 2.535. Durante todo o ano de 2015, o Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor recebeu 36.247 queixas.

De acordo com o coordenador do órgão, Rui Rodrigues Costa, o estado tem poucas unidades para atendimento ao consumidor. “Temos unidades de atendimento apenas em Porto Velho, Ariquemes, Ji-Paraná, Rolim de Moura e Vilhena. O que deixa muitos consumidores desassistidos”, acredita.

Entre as maiores queixas continuam as ligadas a telefonia e assistência financeira. Costa explica que em Rondônia, os serviços essenciais, que nos outros estados incluem água e energia, foram desmembrados em Rondônia e, por conta disso, muitas vezes as reclamações voltadas a esses setores são maiores. “Nos seguimentos de telefonia, ainda as operadoras de celular são maioria. O que fazemos aqui é orientar o consumidor e buscamos a resolução dos problemas, o que tem acontecido na maioria dos casos. Somente quando o prestador de serviço ou aquele que vendeu algum produto não reconhece o erro, é que a situação passa por um audiência aqui no próprio órgão, para tentarmos a conciliação”, explica Costa.

Com relação às reclamações deste ano em Porto Velho, 800 foram direcionadas ao Sindicato das Empresas de Transporte (SET), por conta dos créditos restantes no cartão Leva Eu dos usuários de transporte coletivo da capital. Rui Costa explica que as reclamações se transformaram numa ação civil pública.

Onde não houver unidade do Procon e o consumidor precisar de atendimento pode fazer de forma online no consumidor.gov.br. “Aqui ainda é limitado quanto a questão de lojas locais. Porque elas precisam estar cadastradas. Mas as agências bancárias, que também possuem muitas reclamações e outras grandes de telefonia, por exemplo, o consumidor pode fazer sua reclamação e temos um setor responsável por acompanhar, todo o processo, inclusive a resposta da empresa para o consumidor. E também é acompanhado pelo Tribunal de Justiça, já que é um sistema interligado a eles”, informa.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também