Rondônia, sábado, 19 de janeiro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Polícia

Publicado em Quarta, 13 de Abril de 2016 - 15h52

Procura pela vacina contra H1N1 é grande no primeiro dia de campanha em Porto Velho

Da Redacao


As unidades Básicas de Saúde (UBS) de Porto Velho começaram o dia com grande procura pela vacina contra a gripe H1N1. A campanha de vacinação na cidade pela Secretaria Municipal de Saúde por recomendação a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) por conta do aumento do número de casos suspeitos no estado. A meta da capital é vacinar 99 mil pessoas dos grupos prioritários. A vacinação começou nesta quarta-feira (13).

A vigilante Alceira Kopp levou a filha Latifa, de 4 anos para tomar a dose da vacina. Ela também gostaria de ser vacinada, mas não está dentro dos grupos indicados pelo Ministério da Saúde para receber a dose através do Sistema Único de Saúde (SUS). “Todo ano trago minha filha e logo nos primeiros dias. E como está tendo esse surto de gripe, é melhor vacinar logo para evitar. Já eu queria ser vacinada também, mas não é permitido. Se sobrar, como sobrou ano passado, aí venho tomar, senão vou ter que procurar na rede particular”, diz a vigilante.

Os gêmeos Gustavo e Sofia, de 4 anos, corriam de um lado para o outro enquanto a mãe aguardava na fila, na UBS Manoel Amorim de Matos, Zona Sul da capital. “Eles estão bem e estou com medo deste surto. Melhor vacinar logo antes que acabem as vacinas e eles fiquem sem”, afirma a manicure Cássia Cristina Brito, mãe das crianças.

Com a pequena Laura, de 3 anos, Conceição de Maria Lima foi logo cedo vacinar a filha especial. “Ela tem paralisia cerebral e sofre com imunidade baixa. A gripe deixa ela bem ruim, e quero evitar que ela fique gripada. Com os problemas delas, vamos em muitos hospitais e sempre tem muita gente, isso ajuda a pegar a doença”, diz a mãe da menina.

Já a mãe do Samuel Lucas, de 1 ano e cinco meses procurou a USB Agenor de Carvalho antes mesmo de começar a vacinação e precisou retornar nesta quarta cedo. “Eu sou muito preocupada com essas questões. Sigo à risca direitinho a vacinação dele para não atrasar nada. E até eu vou procurar me vacinar, mesmo que não consiga na rede pública, vou pra particular”, garante.

A técnica de enfermagem Jeane da Silva Ramos afirma que a procura pela vacina está grande e muitas pessoas fora dos grupos de risco estão em busca da vacina. “Infelizmente eles saem frustrados, porque não podemos vaciná-los. No ano passado, quando acabou a campanha sobrou vacinas e nós vacinamos todos que procuravam. Esse ano, não sei se vai sobrar, mas com certeza se sobrar será aberto para todos os grupos”, explica Jeane.

Ainda no meio da manhã, a UBS Agenor de Carvalho já tinha aplicada cerca de 170 doses da vacina em crianças e profissionais da saúde. Já na USB Manoel Amorim de Matos, as filas ainda estavam maiores e já beiram as 400 doses.

Confira as datas de vacinação para cada grupo:

De 13 a 15 de abril

Profissionais da saúde e crianças de seis meses a menos de cinco anos;

De 18 a 22 de abril

Idosos, gestantes, puérperas e portadores de doenças crônicas;

De 25 a 29 de abril

Indígenas e presidiários

Dia 30 de abril

Aberto para todos os grupos de risco.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/policia/procura-pela-vacina-contra-h1n1-e-grande-no-primeiro-dia-de-campanha-em-porto-velho)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions