Rondônia, domingo, 20 de setembro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Polícia

Publicado em Quarta, 19 de Agosto de 2020 - 11h11

Quadrilha alvo de operação da Polícia Civil era especializada em roubar estabelecimentos comerciais

da Redação


Quadrilha alvo de operação da Polícia Civil era especializada em roubar estabelecimentos comerciais

Treze pessoas foram presas até 11 horas desta quarta-feira (19), durante a Operação Pilhagem, deflagrada pela Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio de Porto Velho para desarticular uma organização criminosa especializada em praticar furtos, mediante arrombamento a estabelecimentos comerciais na capital. No total são 35 mandados de prisão preventiva e 19 de busca e apreensão.

De acordo com o delegado que coordenou as investigações, Marcelo Resem, à associação criminosa praticava furtos de lojas, localizadas em vários pontos da cidade, principalmente na região central, durante a madrugada. “Lojas de roupas, utensílios domésticos e materiais de construção, eram os alvos dos criminosos”, explicou o delegado.

As investigações iniciaram após ocorrer um furto na loja Brasão Militar, localizada na Avenida Abunã, de onde os criminosos levaram roupas e assessórios utilizados por policiais. Os trabalhos investigativos avançaram, e os investigadores descobriram que alguns envolvidos formavam uma organização criminosa especializada em praticar furtos a estabelecimentos comerciais em Porto Velho.

Durante as investigações, os policiais descobriram que os criminosos chegavam a praticar quatro furtos na mesma noite. “Aproximadamente 10 lojas foram furtadas pelos criminosos. Em alguns estabelecimentos comerciais, o prejuízo chegou a R$ 100 mil”, disse Marcelo Resem.

O delegado explicou ainda que o bando agia durante a madrugada. “Alguns dos criminosos eram eletricistas, e se encarregavam de desligar os alarmes das lojas para os comparsas praticarem os crimes”, diz.

Os policiais descobriram que os acusados chegavam a passar três horas dentro das lojas recolhendo a maior quantidade de objetos possíveis. “Eles carregavam os objetos em veículos, que muitas vezes davam duas viagens para levar todos os produtos. Em um dos furtos eles passaram o final de semana levando os objetos do local”, detalhou o delegado.

Em uma das lojas, alvo dos criminosos, segundo a Polícia, o bando levou cerca de 100 ferramentas como furadeira, motosserra e produtos para construção.

Durante o cumprimento das cautelares os policiais apreenderam diversos objetos furtados.

A Polícia apurou que os criminosos vendiam os objetos roubados. “A Polícia alerta a população sobre a importância da nota fiscal. As pessoas que compram produtos furtados ou roubados podem responder pelo crime de receptação”, finalizou Marcelo Resem.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions