Rondônia, sexta-feira, 22 de março de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Polícia

Publicado em Terça, 14 de Julho de 2009 - 08h32

Rapaz é assassinado a tiros no lugar do irmão

RONDONIAGORA


Com quatro disparos de arma de fogo, Joabio Moreira Sampaio, 39 anos, foi assassinado na noite desta segunda-feira, no bairro Mariana, área Leste de Porto Velho. O corpo dele apresentava duas perfurações no peito, uma nas costas e outra na nuca, além de um corte de faca no pescoço. A PM agiu rápido e prendeu Joel Leite de Oliveira, 18 anos, acusado do homicídio. Ele confessou que teria cometido o crime a mando de Edvalney Crispim de Oliveira, vulgo “Ravengar”, mas quem deveria morrer era Eder Moreira Sampaio, irmão da vítima, jurado de morte pelo grupo de “Ravengar”. Um menor envolvido no assassinado está foragido.

Conforme a ocorrência nº 4830/2009 registrada na Delegacia Central, as ameaças de morte contra Eder seriam em represália pela recente prisão de Giovane Lima Soares, suposto integrante do grupo de “Ravengar”, acusado de tráfico de droga e porte ilegal de arma. Os amigos de Soares suspeitam que ele tenha sido delatado por Eder e decidiram se vingar.

Preso em casa minutos após praticar o crime, Joel confessou que estava na companhia do adolescente quando avistaram a vítima. Dispostos a matá-lo, resolveram segui-lo até um local ermo, onde o acusado disparou os três primeiros tiros – dois no peito e um nas costas. Quando Sampaio caiu, recebeu o “tiro de misericórdia” na nuca. Para ter certeza que o rapaz não escaparia, o infrator desferiu o golpe de faca na altura do pescoço.

Depois do assassinato, ambos fugiram de moto. O revólver utilizado na execução de Sampaio, conforme o depoimento de Joel teria ficado em poder do adolescente infrator. O suspeito confessou que o crime teria sido para cumprir ordens de “Ravengar” e que Eder continua “marcado para morrer”. Na Delegacia Central, porém, ao ser questionado pela imprensa, disse ser inocente.

Incêndios

Edvalney Crispim de Oliveira, o “Ravengar”, foi preso recentemente acusado de líder um grupo que vinha incendiando ônibus em Porto Velho. Ele seria membro de uma facção que comanda ações criminosas de dentro do presídio Urso Branco, onde já teria cumprido pena por assalto. Apesar de ter sido delatado por um menor que confessou ter participado dos incêndios e inclusive estava com parte do corpo queimado, “Ravengar” alega ser inocente.

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/policia/rapaz-e-assassinado-a-tiros-no-lugar-do-irmao)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions