Rondoniagora.com

Rondônia, 29 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Polícia

Semusa começa vacinação contra o HPV nas escolas

Segunda-feira, 11 Abril de 2016 - 14:04 | Da Redacao


A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), começa nesta segunda-feira (11), a estratégia de vacinação nas escolas contra o vírus HPV ( Papiloma Vírus Humano).

Valdir explica que o trabalho é amplo e que vai além da primeira dose. Nesse momento também são rastreadas as garotas que não tomaram a primeira dose em 2013, quando foi alcançado um baixo índice de 57%. "Ainda existia a falta de conhecimento por parte dos pais que demonstravam certa insegurança. É por isso também que é importante a devolução da ficha preenchida de maneira correta. Para que a menina esteja protegida precisamos desse rastreamento na busca pela garantia do encerramento do esquema vacinal", comentou Valdir, ao reforçar que a vacina é segura e não causa reações.

A ação da Semusa foi traçada junto a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) para que as equipes de vacinação possam adentrar as escolas. O corpo a corpo inicia pela Escola Estadual de Ensino Fundamental 21 de Abril em dois períodos, das 8h às 12h e das 14h às 17h, primeiramente com a sensibilização."Para a primeira dose é entregue uma ficha na escola, que envia aos pais para devolução no prazo determinado por nós. Essa ficha traz algumas informações sobre a menina e ainda a autorização do responsável, só assim é feita a primeira dose. No caso da segunda, é exigido o cartão de vacina, documento de controle para qualquer imunização", explicou o responsável técnico pelos eventos extras muro, Valdir Alves. A aplicação da proteção está programada para o dia seguinte, terça-feira, dia 12.

Valdir explica que o trabalho é amplo e que vai além da primeira dose. Nesse momento também são rastreadas as garotas que não tomaram a primeira dose em 2013, quando foi alcançado um baixo índice de 57%. "Ainda existia a falta de conhecimento por parte dos pais que demonstravam certa insegurança. É por isso também que é importante a devolução da ficha preenchida de maneira correta. Para que a menina esteja protegida precisamos desse rastreamento na busca pela garantia do encerramento do esquema vacinal", comentou Valdir, ao reforçar que a vacina é segura e não causa reações.

Nos dias 18 e 19, dando continuidade a programação, a contemplada é a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Murilo Braga. Vale ressaltar que a vacina também está disponível nas Unidades Básicas de Saúde, de segunda a sexta, das 8h às 17. São 43 unidades na área urbana, 8 na região fluvial e 11 na zona rural. A menina precisa estar acompanhada do responsável e com o cartão de vacinação em mãos.
.

HPV e câncer

A vacina contra HPV distribuída no SUS é a quadrivalente, que previne contra quatro tipos de HPV (6, 11, 16 e 18). Dois deles (16 e 18) respondem por 70% dos casos de câncer de colo de útero, responsável atualmente por 95% dos casos de câncer no País. É o segundo tipo de tumor que mais atinge as mulheres, atrás apenas do câncer de mama.

O HPV é capaz de infectar a pele ou as mucosas e possui mais de 100 tipos. Do total, pelo menos 13 têm potencial para causar câncer. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 291 milhões de mulheres no mundo são portadoras do HPV, sendo que 32% estão infectadas pelos tipos 16, 18 ou ambos. No Brasil, a cada ano, 685, 4 mil pessoas são infectadas por algum tipo do vírus.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News