Rondônia, 05 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Polícia

Singeperon confirma suspensão da greve de agentes

Sexta-feira, 17 Junho de 2016 - 22:27 | Da Redacao


Em nota publicada em seu site no final da tarde desta sexta-feira, o Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rondônia (Singeperon) confirmou a suspensão da greve iniciada na quinta-feira. A entidade chegou a acordo com o Governo do Estado, que comprometeu-se a realizar modificações no Plano de Carreiras, Cargos e Remunerações (PCCR) e enviá-lo em até 60 dias para apreciação dos deputados estaduais. Na nota, a entidade diz que vai defender o fim do movimento em Assembleia Geral neste sábado. Confira:

 CENTRAL DE GREVE – Suspensão temporária do movimento grevista

Na manhã desta sexta-feira (17/06), no Gabinete da Secretaria de Estado de Justiça de Rondônia (Sejus), aconteceu a primeira reunião de negociação de greve, onde estiveram presentes a Comissão de Negociação do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores do Estado de Rondônia (Singeperon), advogados do Escritório Rabello, Polla & Tomasete e a cúpula do governo estadual composto pelos secretários titulares da Sejus, Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), Casa Civil, Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e demais representantes da categoria.

Na ocasião, o Singeperon detalhou todos os pontos que melhor atendem os anseios das categorias no Plano de Carreiras, Cargos e Salários (PCCR), já amplamente divulgados. Alguns argumentos foram acolhidos prontamente pelo Estado, enquanto outros deverão passar por análise jurídica e técnica.

Dessa forma, considerando os termos da reunião, onde o Estado pede o prazo de até 30 dias para elaboração conjunta da minuta do PCCR entre a Sejus e Sindicato, e, em seguida, devendo ser entregue em até 60 dias pelas demais Secretarias responsáveis pela análise técnica e estudos de impacto financeiro, considerando também a decisão judicial que determinou a suspensão do movimento, sob pena de multa de até 1 milhão de reais, considerando a necessidade de proteger os servidores grevistas com a isenção de faltas e responsabilização administrativa, e por fim, considerando a postura favorável do Estado em agora discutir de fato um PCCR mais digno, reiteramos a recomendação de imediata suspensão do movimento grevista até ulterior deliberação da Assembleia Geral Extraordinária a se realizar neste sábado (18/06), às 15h, na sede do Singeperon.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também