Rondônia, domingo, 20 de janeiro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Polícia

Publicado em Quinta, 16 de Junho de 2016 - 16h19

Trabalhadores protestam no TCE e pedem manutenção de empresa para limpar Porto Velho

Da Redacao


Um grupo de trabalhadores se reuniu na manhã desta quinta-feira (16), em frente ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), para protestar contra a vereadora Elis Regina e também contra um possível cancelamento do contrato firmado entre a prefeitura e a empresa contratada para realizar a limpeza das ruas de Porto Velho. O serviço está temporariamente suspenso, até que o TCE analise as justificativas apresentadas pela Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb). A vereadora Elis Regina é presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da capital (Sindeprof) e alega que os garis serão prejudicados com o trabalho terceirizado. Os trabalhadores , cerca de 150, temem ficar novamente desempregados.

É o caso do encarregado Tadeu Ribeiro. Ele conta que estava há um ano sem trabalhar e a empresa trouxe uma nova oportunidade para os todos que estavam na mesma situação. “A gente estava há menos de duas semanas trabalhando, quando a empresa nos comunicou da decisão de suspender. Agora, a empresa não vai ficar pagando a gente sem que a gente trabalhe”, diz Tadeu. Sobre a vereadora Elis Regina, presidente do Sindeprof, Tadeu pede que “ela tenha consciência e pense no que fez, porque acabou estragando a vida de muitos trabalhadores”.

VEJA TAMBÉM

Sindeprof acusa prefeitura e ameaça greve de garis; secretário vê motivação política

Prefeitura diz que TCE ainda não se pronunciou sobre contrato de limpeza

Prefeito garante não terceirizar limpeza de Porto Velho mas garis mantêm paralisação

Semusb contrata empresa por R$ 6 milhões para limpar Porto Velho e garis protestam

Walnisse Ferreira, de 37 anos, com dois filhos, se sente prejudicada com a suspensão do contrato. “Nós só queremos o nosso emprego de volta. Esse pedido de embargo da Elis Regina só nos prejudica. Os garis, veteranos daqui de Porto Velho, não faz mais o serviço que estamos fazendo. Ela tem que ter consciência e ajudar isso, porque ela precisa da nossa ajuda. A gente trabalha por mês e vai chegar o final do mês e não vamos receber. Qual o interesse dela em nos prejudicar?”, questiona a serviços gerais que atua na varrição de rua.

“Fiquei um ano atrás de emprego e agora que chegou essa empresa que contratou e deixou todo mundo alegre, acontece isso. O sentimento é de revolta. Vereador é pra ajudar o povo, apoiar e defender os nossos direitos. Ela está totalmente ao contrário”, reclama o Elenilson de Souza, de 35 anos, pedreiro, único que mantém a família de dois filhos e esposa.

Segundo o secretário Eduardo Damião, da Semusb, as justificativas foram feitas dentro do prazo conforme solicitação do Tribunal de Contas do Estado. “Entregamos na terça-feira e hoie já fui ao órgão pedir celeridade e me colocar a disposição para qualquer justificativa a mais que seja necessária. Tenho plena convicção de que tudo será resolvido e a empresa voltará a fazer a limpeza da cidade. É necessário para o município e também para os trabalhadores”, diz o secretária.

Por email, o TCE confirmou que a Semusb entregou as justificativas dentro do prazo estabelecido e agora “as justificativas apresentadas pelos gestores serão encaminhadas ao corpo técnico do Tribunal para análise. Somente após essa análise, é que haverá novo posicionamento do TCE sobre essa matéria”.

O Jornal Rondoniagora ligou pelo menos três vezes para a vereadora e presidente do Sindeprof, Elis Regina, mas não foi atendido e não houve retorno até a publicação desta matéria.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/policia/trabalhadores-protestam-no-tce-e-pedem-manutencao-de-empresa-para-limpar-porto-velho)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions