Rondônia, domingo, 25 de fevereiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Sexta, 25 de Setembro de 2009 - 15h41

"RONDÔNIA GANHOU 13 SENADORES", DIZEM LIDERANÇAS NACIONAIS NA FILIAÇÃO DE EXPEDITO JÚNIOR NO PSDB

RONDONIAGORA


Centenas de pessoas prestigiariam a filiação do senador Expedito Júnior no PSDB na presença de cinco outros senadores da legenda de expressão nacional, os tucanos Sérgio Guerra (PE), Arthur Virgílio (AM), Marisa Serrano (MS), Eduardo Azeredo (PR) e Flexa Ribeiro (PSDB-PA). O evento, que contou ainda com a participação do governador Ivo Cassol (PP), deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores de todo o Estado, aconteceu na Boate Queóps, na Zona Leste de Porto Velho.
 
Todo os senadores destacaram o trabalho de Expedito Júnior em Brasília, bem como as injustiças contra ele. O presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, disse que a assessoria jurídica tucana estudou os processos contra o senador rondoniense e constatou que foi vítima de uma grande injustiça.

As lideranças do PSDB nacional colocaram toda a força nacional da legenda no Senado a disposição dos rondonienses. “Ganhamos um senador e Rondônia outros 13”, afirmaram Flexa Ribeiro, Marisa Serrano e Sérgio Guerra.
 
Um dos primeiros a discursar, o ex-governador e atual prefeito de Ji Paraná, José Bianco, representou o DEM e garantiu que certamente o partido estará ao lado da campanha tucana no próximo ano. “Já temos um compromisso para a eleição nacional e Expedito Júnior é um grande líder. É impressionante que em uma sexta-feira ele consiga reunir uma quantidade de pessoas impressionante nesse local”.

O senador Arthur Virgilio destacou que Expedito liderou a luta contra CPMF ao lado dos partidos da oposição. “Havia uma pressão muito grande do Governo, mas ele manteve-se firme. Não queremos só um senador, mas uma liderança popular para dirigir uma grande campanha vitoriosa. Nos comove o amor que ele tem por Rondônia. Expedito vive e pensa Rondônia 24 horas”, disse, afirmando ainda que agora no PSDB, Expedito não irá permitir a criação de um novo imposto da saúde. “Precisamos é de gestão. O dinheiro deve sair do orçamento e não do bolso do trabalhador”.

Representando o Pará no Senado, Flexa Ribeiro diz que Rondônia é uma extensão de seu Estado. “E assim como nós, agora os rondonienses também terão outros 13 senadores para ajudar seu desenvolvimento”. Flexa também lembrou a trajetória de Expedito Júnior no Senado, destacando as ações sobre a divida do Beron e pela PEC da Transposição. “Foi uma batalha árdua que enfrentou em todas as comissões e no plenário e não devemos esquecer ainda que ele lutou ainda pelos mototaxistas e esteve junto conosco defendendo nossos estados, defendendo a Região Amazônica. O povo irá colocá-lo no Governo do Estado. Vamos ter com absoluta certeza o senador Ivo Cassol e o governador Expedito. Eles vão trocar de cadeira para dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido, melhorando a qualidade de vida e a economia local”.

Eduardo Azeredo destacou que o partido, que já tem dois grandes nomes a Presidência da República, também tem políticos de destaque ao Governo, como o senador Expedito.

O amor do senador rondoniense pelo seu Estado também foi a tônica do discurso de Marisa Serrano. “Queremos confirmar que estamos juntos. Éramos 13 senadores e agora passamos a 14. Aliás, é um bom momento sairmos dos 13. Vim do Mato Grosso do Sul para dizer que a determinação, a garra e o amor que Expedito tem por Rondônia é algo impressionante. Estamos aqui para avalizar. Vocês estão ganhando amigos e aliados a partir de agora. Aqui é uma terra que é muito parecida com a nossa, uma gente que a acredita e fazendo hoje um grande estado de presente e vão fazer um estado de futuro”.

Para o presidente nacional do PSDB, o estado está mudando e melhorando. “O Brasil precisa mudar e melhorar. Sou da região onde falta quase tudo, o Nordeste, lá o solo não é rico, o tempo não ajuda, a agricultura não tem muita chance e a pecuária também, muitos saíram de lá para virem para cá nesse pais que vocês representam, o PSDB tem um caminho e queremos que Rondônia esteja nesse contexto. O que temos para fazer e dizer é o que fazemos. O PSDB faz no governo o que disse na campanha e faz na campanha o que irá fazer no Governo”.

Ele também destacou o trabalho do governador Cassol. “Precisamos ter um PSDB forte. Temos que apoiar os dois, Cassol e Expedito, mas estamos aqui hoje para dizer que Expedito é nosso líder aqui e vai comandar nossa campanha. O Governo Cassol vai reconhecê-lo, porque é um governador que tem feito muito por esse povo e vai reconhecer o trabalho de Expedito. A palavra de vocês aqui é a palavra de 14 senadores”. Guerra disse ainda que Expedito Júnior sempre foi um senador afirmativo. “Lembro do caso da CPMF. Havia pressão enorme, de grupos econômicos fortes, do governo, mas ele deu a vitoria a oposição”. O presidente do PSDB defendeu o senador de Rondônia. “Fiz o meu jurídico analisar as acusações contra ele e verificamos que são injustas e não poderiam jamais colocar em uma situação como a que ficou. Me perguntam por que Expedito e eu respondo que ele é bom para o povo dele. Foi injustiçado e será bom para comandar o Governo do Estado”.

Após assinar a ficha de filiação ao PSDB, que foi abonada pelo presidente nacional, Expedito Júnior fez agradecimentos anunciou que deixa o Senado nos próximos dias para trabalhar no planejamento da possível campanha ao Governo. Destacou que, diferente do que prega a oposição, está e estará ao lado do governador Cassol. “Muita gente diz que eu e o Ivo vamos brigar, que um vai para um lado e eu para outro. Grande engano da oposição achar isso. Ivo sabe da minha pré-disposição ao Governo e sabe que tudo isso vai passar pela mão dele. Cassol é o maior líder político de Rondônia. Quero respeitar as demais lideranças do nosso grupo e esse projeto iremos discutir juntos. O PSDB vai estar junto. Vim para ajudar a escrever a historia de nosso partido e vou perseguir a possibilidade de ser o governador apoiado por Cassol. Vou sentar e discutir muito esse projeto, temos que ouvir prefeitos, vereadores e lideranças políticas. Não tenho duvida que temos um grande palanque, que é o 45, de onde jamais deveríamos ter saído. E com certeza estarei preparando o retorno do governador ao PSDB. Após a aprovação da PEC da Transposição, volto para Rondônia para juntos discutirmos o processo de sucessão desse Estado”, finalizou.

Em breve discurso, o governador Cassol também pediu unidade e que Expedito permaneça em seu grupo político, ao lado do vice-governador João Cahulla, do presidente da Assembléia, Neodi Carlos e do deputado Tziu Jidalias, entre outros.
 

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions