Rondônia, domingo, 19 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 23 de Março de 2016 - 15h58

Airton Gurgacz apoia criação de duas universidades federais no interior

Da Redacao


O deputado Airton Gurgacz (PDT) participou de reunião com a reitora da Universidade Federal de Rondônia (Unir), Maria Berenice Tourinho, para tratar da possibilidade da criação de duas novas universidades federais em Rondônia. A reunião foi agendada pelo senador Acir Gurgacz (PDT-RO), que se prontificou em ajudar a agilizar o processo de instalação das instituições, que ficariam localizadas nas regiões Central e Sul do Estado.

O deputado Airton manifestou total apoio à criação das duas novas instituições federais de ensino superior, dizendo acreditar que o incentivo à educação e à formação de profissionais é um dos compromissos de todos os agentes políticos. Ele colocou seu gabinete na Assembleia Legislativa à disposição para as ações que puderem colaborar para a instalação dos novos Campi.

Airton Gurgacz disse acreditar que duas novas universidades federais em Rondônia contribuirão muito para o desenvolvimento do Estado, com a formação de novos e capacitados profissionais. “O projeto tem nosso total apoio e vamos trabalhar para que consigamos realmente viabilizá-lo”, acrescentou.

No que depender da Assembleia Legislativa, “tenho certeza que os nossos colegas deputados não se furtarão em apoiar a iniciativa, pois não mediremos esforços para que Rondônia passe a figurar também como um Estado de excelência em educação superior”, destacou.

A criação de duas novas universidades federais no Estado foi aprovada pelo Conselho Universitário (Consun). As duas, uma na região central e outra no sul do Estado, surgiriam do desmembramento da Fundação Universidade Federal de Rondônia.

O próximo passo será o envio do processo para o Ministério de Educação e Cultura (MEC), e os encaminhamentos necessários para o desmembramento. Segundo o comitê, o principal objetivo e benefício de criação é suprir o déficit de vagas universitárias públicas existentes no Estado.

Desde os anos 90 já se discute a possibilidade da criação de novas universidades no Estado. Mas foi em 2012 que o campus de Ji-Paraná, região central, começou a realizar reuniões periódicas para discutir melhor a possibilidade. A movimentação se expandiu para os outros campi e, em 2013, foi formalizado o processo de desmembramento. Estudos apontam que o déficit de hoje em Rondônia é de aproximadamente 8 mil vagas.

Novas universidades

A proposta é que sejam criadas duas novas universidades, totalizando três instituições federais no Estado. Uma delas seria na região central, onde os campi de Ji-Paraná e Presidente Médici se tornariam a Universidade Federal Central de Rondônia, e outro na região, com os campi de Vilhena, Rolim de Moura e Cacoal, formando a Universidade Federal Oriental de Rondônia. A Unir permaneceria com os campi de Porto Velho, Ariquemes e Guajará-Mirim.

No Brasil, das últimas 19 novas universidades federais, oito delas surgiram de um desmembramento. O tempo médio para a criação de novas universidades, a partir de desmembramento no Brasil, é de 17 meses, levando-se em consideração a tramitação. Agora, depois de aprovado no Consun, o processo passa pela elaboração do projeto de lei. A comissão acredita que a oficialização da criação pode levar até dois anos.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions