Rondoniagora.com

Rondônia, 27 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Política

ALEX TEXTONI PRESSIONA GOVERNO PARA CONVENCER CARLOS MAGNO A DESISTIR DA CANDIDATURA A FAVOR DO IRMÃO; DEPUTADO QUER MANDAR NA REGIÃO E DIZ QUE VAI SER SENADOR

Quarta-feira, 16 Abril de 2008 - 11:32 | RONDONIAGORA.COM


Conhecido na Assembléia como deputado Chorão, Alex Testoni (PTN-Ouro Preto) passou os últimos dias em uma espécie de peregrinação, ora pelos corredores e banheiros da Assembléia –onde chora e jura amores ao presidente Neodi Carlos – e em outros momentos correndo para tentar encontrar o governador Ivo Cassol. Testoni não respeita os acordos políticos e mesmo com os compromissos de Cassol em apoiar o ex-prefeito Carlos Magno (DEM) em Ouro Preto, luta para que o governador não somente convença Magno, mas trabalhe pela candidatura do desconhecido irmão, Jacques Testoni. A aliados, como a ex-prefeita Joselita Araújo, Alex faz revelações cada dia sem pé nem cabeça: diz que quer senador e por isso tenta eleger o irmão. Joselita seria seu nome para a Assembléia e diz que poderia apoiar Magno a Câmara Federal. Para Testoni, que se diz milionário e não precisa de dinheiro público, tudo vale pelo poder.
Mas quem conhece a atuação de Alex Testoni na Assembléia sabe que não há seriedade nas conversas. Auto-denominando-se o único arauto da moralidade da Assembléia, há algumas semanas quando tentou pessoalmente persuadir Carlos Magno a renunciar em favor do irmão, o deputado fez ataques duros: acusou-o de ser corrupto e atacou duramente o Governo Cassol. Mas é de quem ele mais ataca que mais busca apoio para seus objetivos.

Ataques a deputados

Desde a segunda feira, no entanto, Alex Testoni votou a carga na Casa de Leis. Inicia o dia reunido com Maurão de Carvalho, Maurinho Silva e Amauri dos Santos. Em seguida corre para a assessoria de Neodi de Oliveira para contar o que ouviu. Depois repete reuniões com os demais.
A incontinência verbal de Testoni vai acabar saindo caro para ele. Três ex-diretores da Assembléia, José Cezar Marini e Francisco Carlos Almeida Lemos e Rubens Luz entraram na Justiça pedindo indenização para que o parlamentar prove a corrupção que denunciou e não provou na Casa de Leis. Desse jeito, o pretendente a senador vai longe. Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News