Rondônia, domingo, 18 de fevereiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 01 de Dezembro de 2010 - 13h46

Amorim cobra resultado da investigação do TCU que apura desvio de R$ 9 bi do BNDES

Assessoria


O resultado da investigação que apura o desvio de finalidade de mais de R$ 9 bilhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), para empréstimos a grandes conglomerados frigoríficos, foi cobrado nesta quarta-feira (1), pelo deputado federal Ernandes Amorim (PTB) ao Tribunal de Contas da União. A cobrança foi feita através de ofícios encaminhados ao presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP) e ao deputado Nelson Bornier (PMDB-RJ), presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle.Esses empréstimos aos conglomerados frigoríficos, lembra Amorim, foram alvos de denúncia, ainda em 2008, repercutidas pelos jornais Folha de São Paulo e o Globo, que ensejaram na “Operação Santa Teresa” da Polícia Federal que revelou, na época, a existência de uma quadrilha que intermediava os empréstimos com envolvimento de altos funcionários do BNDES.

Ainda segundo o parlamentar, esses empréstimos teriam lesado principalmente os trabalhadores, já que os recursos são oriundos do FAT –Fundo de Amparo ao Trabalhador -, mais o Fundo da Previdência e do Fundo de Garantia (FGTS). “Um absurdo que dinheiros que seriam para gerar renda e empregos foram desviados para fusões e incorporações de grupos frigoríficos, e até mesmo para remessas para o exterior, dos recursos do Tesouro Nacional, conforme amplamente divulgados nos meios de comunicação”, destaca Amorim.

Ele clama: “Em nome dos trabalhadores brasileiros lesados por essas aplicações duvidosas, que somente em subsídios atingem R$ 9 bilhões, faço esse pedido de divulgação pública à sociedade no que resultou essa investigação”. Essas aplicações para beneficiar esses grupos, ressalta Amorim, chamou a atenção da presidência do Banco Central que se queixou e defendeu inclusive uma taxa de juros (Celic) maior. “O que prova que a política financeira do governo não atua em equipe, e faz restrição ao crédito aos pequenos e médios empresários e beneficiam os grandes, numa mal explicada estratégia de seleção, sem ponderar o impacto no setor”, reclama o parlamentar.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions