Rondônia, segunda-feira, 15 de outubro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Segunda, 22 de Fevereiro de 2010 - 18h48

Cassol fala sobre as pretensões de Expedito, mas aposta em Cahulla

RONDONIAGORA


Conformado?

Na entrevista hoje a tarde no Tribunal de Contas, o governador Ivo Cassol (PP) parecia conformado com a pré-candidatura do “amigo” Expedito Junior (PSDB) ao Governo de Rondônia. Novamente, deixou claro o apoio do grupo governista ao vice-governador João Cahulla (PPS), quem considera um “companheiro fiel” desde sua gestão na Prefeitura de Rolim de Moura. De fato, Cassol não fechou as portas para Expedito, a quem convida até mesmo para as famosas partidas de futebol nos gramados do interior do Estado. Mas sobre política, os dois não conversam desde a acirrada discussão na residência oficial sobre a postulação do ex-senador tucano. No dia 3 de abril, o governador deixa o Palácio Presidente Vargas, quando começa a corrida do vice-governador para acertar sua candidatura no PPS, onde enfrenta resistências, principalmente do deputado federal Moreira Mendes, dirigente regional da legenda socialista. 

Em Brasília

Por outro lado, Expedito segue suas peregrinações pelo Estado. No final de semana, somou mais 1 mil filiados ao PSDB com apoio de várias lideranças, inclusive do irmão do governador, César Cassol. De hoje até quinta-feira, o tucano mantém reuniões em Brasília com a cúpula do PSDB para acertar a vinda do governador de São Paulo, José Serra, e do ex-governador Geraldo Alckmin, pré-candidato ao Governo de São Paulo.  Expedito volta na sexta e retoma as atividades nos municípios, atraindo cada vez mais lideranças para o projeto político do PSDB.

Irritação dos aliados

Ao tempo em que ajuda os aliados em suas bases com a liberação de emendas, o governador Ivo Cassol anda irritando alguns deputados estaduais com os vetos às leis de iniciativa da Assembléia Legislativa. O deputado  Jesualdo Pires (PSB-Ji-Paraná) subiu à tribuna na sessão de hoje para criticar o veto a dois projetos de sua autoria, beneficiando os consumidores de água e energia. Um deles merece atenção da comunidade porque deixa claro que a Caerd anda cobrando por ar na tubulação e não apenas por água potável levada as residências. Articulado, Jesualdo deve conseguir transformar as matérias em Lei com apoio dos colegas.

Em ano eleitoral...

Acabou o namoro do Partido Verde com a gestão do prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho (PT). Os “verdes” aproveitam o ano eleitoral para iniciar oposição “responsável” ao chefe do Executivo municipal. O vereador Marcelo Reis (PV), defensor intransigente do prefeito, deixou a liderança de Roberto, que deve ser repassada ao vereador-pastor Delson Moreira (PRB). O presidente do PV da Capital, José Américo, enviou cópia da decisão dos membros da legenda ao prefeito, comunicando o fim da aliança.

... Tudo é possível

O PV até hoje sempre votou com o prefeito Roberto Sobrinho. Na polêmica do mototáxi, Marcelo Reis chegou a votar contra por orientação do Palácio Tancredo Neves. Agora, as vésperas das eleições e com a cidade cheia de problemas, os “verdes” preferem apostar em seus pré-candidatos a deputado estadual do que manter uma união com Roberto Sobrinho. Por acaso, os petistas também esqueceram de convidar os “verdes” a compor o secretariado do município.

O isolamento do vice-prefeito

Apagado na gestão municipal, o vice-prefeito Emerson Castro (PMDB) tenta ganhar um pouco de prestígio ao lado do senador Valdir Raupp, eleito vice-presidente da nacional do PMDB. Isolado pelos petistas na prefeitura, Emerson recebeu exatamente o mesmo tratamento da ex-vice-prefeita Claudia Carvalho. Foi jogado numa “salinha” do Palácio Tancredo Neves e ganhou um Fiat Uno para sua assessoria técnica. Se quiser falar com o prefeito, precisa marcar audiência.

O isolamento do vice-prefeito II

Emerson Castro está colhendo o que plantou. Quando Roberto Sobrinho ensaiou uma pré-candidatura ao Governo, o vice-prefeito já se intitulava prefeito da cidade, mandando até fornecedores em busca de informações nas secretarias. Disse a assessores próximos que discordava até do tom das cores do gabinete do prefeito e que não via a hora de demitir vários companheiros petistas. A primeira da lista seria a chefe de Gabinete, Mirian Saldanha.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions