Rondônia, 02 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Política

Cassol participa de entrevista ao vivo na ALL TV Amazônia

Quarta-feira, 18 Abril de 2012 - 18:23 | Senado


Entrevistado ao vivo no final da tarde desta quarta-feira pelo jornalista Gerson Costa na ALL TV Amazônia, a Tv do site jornalístico rondoniagora.com, o senador Ivo Cassol reafirmou sua opinião em relação à transposição: o Governo Federal não tem a menor intenção de transpor os servidores e vai continuar enrolando enquanto puder o povo do estado de Rondônia.



E foi além: Cassol confirmou que o que vai emperrar agora é a questão dos aposentados, e explicou porque. Durante a legislatura passada, o projeto da transposição foi alterado para beneficiar os servidores que já haviam se aposentado pelo Governo do Estado. Este parágrafo foi vetado pelo presidente Lula e deixou claro que a União não quer assumir este ônus. Para tanto vai dificultar o quanto puder, e o próximo problema a ser levantado será a questão dos repasses do Iperon.

Cassol explicou que de 2003 à 2010, enquanto ele foi governador, os repasses foram feitos em dia, mas de 2003 para trás existe um rombo de cerca de R$ 3 bilhões de reais, praticamente metade do orçamento do estado de um ano, e o Governo Federal não vai assumir, pois é fruto da irresponsabilidade de governos anteriores. Como a União não vai assumir este custo, toda a transposição poderá ficar comprometida, mesmo para os que foram admitidos até 1987, a menos que o Governo Federal mude de idéia e assuma uma dívida que não é dele.

“É preciso ficar claro para os servidores e para o povo de Rondônia que se o Governo Federal quisesse já teria feito a transposição. Eu quando fui governador tentei de todas as formas, dei todo apoio e continuo pressionando aqui em Brasília. E agora que estamos em ano eleitoral é que não vai faltar político e nem candidata querendo enganar os servidores mais uma vez com a conversa mole que a transposição vai acontecer, é só esperar prá ver”, afirmou Cassol ao fim da entrevista.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também