Rondônia, segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quinta, 14 de Maio de 2009 - 13h25

Comissão de deputados promete abrir caixa preta da publicidade

Paulo Ayres


“Após ter encaminhado inúmeros recados e ameaças e não surtindo efeito, um dono de site jornalístico de Porto Velho, e que até o mês passado embolsava verba milionária por conta da mídia da Assembléia Legislativa, monta uma autêntica “operação criminosa” para atacar e desestabilizar a comissão de mídia do Poder Legislativo”. A declaração é do deputado Miguel Sena (PV) primeiro vice-presidente do parlamento estadual ao lamentar a reação de certos setores da imprensa que reagem contra a democratização e transparência na distribuição da verba publicitária. O deputado Miguel Sena disse que este “jornalista” de site, num misto de desespero por vir perdendo gradativamente credibilidade, acesso e agora dinheiro, chega a anunciar antecipadamente quem será sua próxima vítima, na tentativa de intimidar e tentar reverter à situação, como no caso do deputado Valter Araújo já marcado para ser denegrido neste próximo final de semana.

A situação é tão grave, continua o deputado Miguel Sena, que este site "mentiroso e criminoso", inclui na tal lista de servidores lotados em seu gabinete, nome de pessoas mortas, de ex-colaboradores e para ludibriar a opinião pública repete nomes, numa tentativa desesperadora de convencer a todos que este parlamentar conta com um número expressivo de assessores. Além disso, este “jornalista temporário” (não é formado em jornalismo e nem possui registro para ser editor), informa o deputado Miguel Sena, “usando a estratégia dos covardes, resolveu até mesmo incluir nome de servidores estatutários da Casa, como se fossem comissionados.

O deputado declarou que a lista veiculada no site do crime envolve nome de pessoas que foram nomeadas desde o dia de sua posse. Muitos dos listados pelo site criminoso já foram exonerados. “Mas na tentativa de intimidar, para reverter a sua situação perante a mídia da Assembléia Legislativa, foram incluídos como se estivessem na ativa”, observou. Infelizmente, prosseguiu, esta “listagem” seguramente foi fornecida por um setor da própria Casa, também conivente com estas práticas”.

Quanto a lista dos 29 assessores publicada no Ato 0236/2009, o deputado Miguel Sena realmente confirmou ser verdadeira, observando se tratar de um ato legal, amplamente respaldado constitucional, assim como acontece com os demais deputados na questão dos seus respectivos quadro de assessores.

O deputado Miguel Sena destacou que dentre outras providências a serem adotadas pela comissão de mídia da Assembléia Legislativa, constituída por ele e pelos deputados Jesualdo Pires e Valter Araújo, será rever todos os processos de pagamento envolvendo o "jornalista", inclusive na gestão do ex-presidente Carlão de Oliveira, disponibilizando concomitantemente o que for apurado nesta investigação ao Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Polícia Federal e Tribunal de Contas.

Ao concluir, ele tranqüilizou a todos os veículos de imprensa, que não se cogita a suspensão da verba publicitária da Assembléia Legislativa, e que apenas haverá uma revisão, de modo a garantir maior transparência e uma distribuição democrática, prestigiando inclusive os órgãos do interior do Estado.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions