Rondônia, terça-feira, 21 de novembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 19 de Março de 2008 - 14h46

EM AUDIÊNCIA COM MINISTRO, RAUPP COBRA CONSTRUÇÃO DO GASODUTO URUCU-PORTO VELHO

Assessoria


EM AUDIÊNCIA COM MINISTRO, RAUPP COBRA CONSTRUÇÃO DO GASODUTO URUCU-PORTO VELHO
O líder do PMDB no Senado Federal, Valdir Raupp(RO) voltou a cobrar do governo federal a construção do gasoduto Urucu-Porto Velho, por ser importante para o desenvolvimento da região amazônica. O senador citou que o tema já se arrasta há quase uma década. A cobrança do senador foi feita na tarde de hoje(18.03) durante audiência com o ministro Edison Lobão, das Minas e Energia à qual compareceram os demais membros da bancada rondoniense, como a senadora Fátima Cleide(PT) e os deputados Natan Donadon(PMDB), Mauro Nazif(PSB) e Eduardo Valverde(PT).

Para o senador, o gasoduto tem sido um tema recorrente em suas manifestações na tribuna do Senado e junto as autoridades federais que dispõem de estudos técnicos sinalizando pela viabilidade desse projeto. “Por isso, hoje insistimos junto ao ministro Lobão para que o grupo de trabalho montado no ministério acelere os estudos em relação à viabilidade do gasoduto, que é uma obra de grande importância para o estado”, disse Raupp.

Segundo o líder do PMDB no Senado, o gasoduto que tem a capacidade de fornecimento estimada em 2,5 milhões de metros cúbicos por dia, já poderia estar abastecendo as térmicas da capital de Rondônia.”Essa será uma obra 100% voltada para o estado do Rondônia, afirmou o senador explicando que o estado precisa de compensações do governo federal por estar recebendo hidrelétricas que vão servir não somente a população rondoniense, mas aos brasileiros.

Durante a audiência, a bancada entregou ao ministro um documento intitulado “Pensar Rondônia”, elaborado pelo Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura(CREA-RO) em que pede investimentos de um bilhão de reais para o estado devido ao crescimento populacional que Porto Velho terá nos próximos 4 anos, em virtude da construção das hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, a partir do aproveitamento do rio Madeira.

“Nos próximos 4 anos, Porto Velho terá 111 mil novos habitantes”, disse o conselheiro do CREA, Jorge Luis, ao destacar que a cidade não tem infra-estrutura para comportar esse impacto populacional que já vem provocando estragos nos setores de saúde e segurança pública.

“Atualmente, os hospitais da cidade estão com sua capacidade de leitos estourada e os problemas na área de segurança pública já é uma realidade”, frisou Jorge Luiz ao lembrar que a bancada rondoniense tem trabalhado para que o governo federal invista em obras de infra-estrutura.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions