Rondônia, sábado, 18 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Sexta, 18 de Dezembro de 2009 - 08h57

Em Pimenta Bueno, sindicalistas e Expedito falam dos direitos na transposição

Assessoria


Em Pimenta Bueno, sindicalistas e Expedito falam dos direitos na transposição
Atendendo a convite da vice-prefeita de Pimenta Bueno, Carla Peron (PSDB), servidores estaduais lotaram na tarde da quinta-feira (17-12) a Câmara de Vereadores do município, que recebeu sindicalistas e Expedito Júnior (PSDB). Esclareceram os servidores Maria Aparecida Rodrigues, diretora do Sindsef, Cícero Evangelista (Sinsepol), o presidente do PSDB, Hamilton Casara, e Waldemir Caçador (Sindafisco), além do advogado Diego Vasconcelos, que respondeu aos questionamentos dos servidores.

Cícero Evangelista disse aos servidores que o grupo está percorrendo todo interior para esclarecer todas as dúvidas e dirimir a todas as inverdades que estão sendo criadas sobre o processo.

Ele lembrou que desde 2003 os sindicalistas iam a Brasília “com pires na mão” e sempre voltava sem resultados, mas tinham intuito firme de aprovar o projeto na Câmara e no Senado. Para o presidente do Sinsepol, o que aconteceu na Câmara dos Deputados, com a aprovação da PEC da Transposição, foi uma coisa nunca vista no País, com a união da bancada federal e de todos os servidores. Para ele, foi ainda a prova de que unidos, os rondonienses podem conseguir tudo o que quiserem. O apoio de Expedito Júnior mais uma vez foi citada Poe Cícero como fundamental para a aprovação.

A diretora do Sindsef lembrou também a ida dos mais de 600 servidores a Brasília, quando houve a convocação por parte dos sindicalistas, que conseguiram fazer o seu trabalho como deve ser feito.

Para Expedito Júnior, são quase 20 mil servidores que serão transpostos aos quadros da União e todos, até 1991, devem ser beneficiados. Segundo ele, não será aceito que apenas os servidores até 1987 sejam atendidos. Mesmo fora do Congresso Nacional, Expedito lembrou que tem uma bancada de 32 senadores ligados a ele pelo DEM e PSDB, que se mantém atentos a tudo que envolve a PEC e que não deixaram os servidores de Rondônia serem prejudicados.

Expedito disse que não vai deixar o assunto esfriar e os servidores devem ter o mesmo entendimento, para que a regulamentação não demore demais ou, pior ainda, passe para depois do período eleitoral de 2010.

Para o advogado Diego Vasconcelos, o fato de Rondônia ter ficado de fora da transposição, quando foram transpostos Roraima e Amapá é devido a uma briga política da época, que agora foi solucionada. O Princípio da Isonomia Federativa foi lembrado pelo advogado, para reforçar que Rondônia ter ficado fora da transposição foi injusto.
A redação da PEC foi uma articulação idealizada pelos sindicalistas, para que os servidores até 1991 também fossem beneficiados, já que as demonstrações, em todas as reuniões feitas com os representantes do governo federal, ficava claro que a intenção era dificultar a transposição dos servidores do ex-Território.

Após os esclarecimentos iniciais, os servidores fizeram perguntas diretamente aos sindicalistas, que reafirmaram ainda que todos os direitos dos servidores da ativa são os dos que são pensionistas ou aposentados.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions