Rondônia, 02 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Política

Expedito e Caminhada da Transposição no Vale do Guaporé

Segunda-feira, 14 Dezembro de 2009 - 06:37 | Assessoria


Expedito e Caminhada da Transposição no Vale do Guaporé


Além da PEC da Transposição, o trabalho de Expedito Júnior foi lembrado pelo apoio dado aos taxistas e mototaxistas, categorias que o tem prestigiado por onde quer que passe. O prefeito de Alvorada do Oeste falou sobre a forma com que Expedito Júnior pauta suas ações em Brasília. Para ele, Expedito com mandato é de um jeito e sem mandato é do mesmo jeito, se referindo à simplicidade com que tem conduzido sua carreira política e pelas ações que tomou no Senado, demonstrando sua independência diante de assuntos de importância da toda a nação, como a votação da CPMF, na qual Expedito votou pelo seu cancelamento, enquanto o governo federal pressionava para que continuasse, aumentando ainda mais a carga tributária do País.
Acompanhando a reunião, além dos servidores, estiveram autoridades locais e o prefeito de Alvorada do Oeste, Laerte Gomes (PR), que participava e evento anterior em Costa Marques.
Além da PEC da Transposição, o trabalho de Expedito Júnior foi lembrado pelo apoio dado aos taxistas e mototaxistas, categorias que o tem prestigiado por onde quer que passe. O prefeito de Alvorada do Oeste falou sobre a forma com que Expedito Júnior pauta suas ações em Brasília. Para ele, Expedito com mandato é de um jeito e sem mandato é do mesmo jeito, se referindo à simplicidade com que tem conduzido sua carreira política e pelas ações que tomou no Senado, demonstrando sua independência diante de assuntos de importância da toda a nação, como a votação da CPMF, na qual Expedito votou pelo seu cancelamento, enquanto o governo federal pressionava para que continuasse, aumentando ainda mais a carga tributária do País.
O projeto, de autoria de Expedito Júnior, e que foi aprovado na última quarta-feira no Senado- prevendo a distribuição gratuita de medicamentos essenciais à população de baixa renda, para posterior recebimento do SUS-, também foi lembrado, dessa vez por Hamilton Casara, que elogiou a quantidade de projetos elaborados e apresentados no Senado. Esses projetos mantêm Expedito Júnior na primeira posição no Senado até hoje, com 140 projetos. O segundo senador com mais projetos apresentados é Paulo Paim (PT-RS), com 111 proposituras.
Cícero Evangelista falou aos servidores que problemas como a dívida do Beron e a PEC da Transposição ficaram engavetados por anos no Senado, sem que parlamentares rondonienses decidissem levar adiante os processos. Para ele, se não fosse a intervenção de Expedito estes continuariam engavetados até hoje, prejudicando os rondonienses. Só a dívida do Beron tira dos cofres públicos aproximadamente R$ 11 milhões todos os meses. Expedito conseguiu que a cobrança da dívida fosse interrompida, por decisão dos senadores, mas o governo federal foi ao Supremo Tribunal Federal (STF), mantendo a cobrança, o que faz com que os descontos nos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE) continuem sendo feito até hoje.
A prefeita Jaqueline Mesquita falou que Expedito Júnior é sempre bem vindo a Costa Marques, pela amizade que criou com a cidade. Ela lembrou ainda de todo apoio recebido em Brasília toda vez que ia ao gabinete de Expedito. Jaqueline citou ainda uma emenda individual de Expedito a Costa Marques, que possibilitou a iluminação da cidade e do Distrito São Domingos, o que para a prefeita, era o sonho de toda a população.
Em seu discurso Expedito lembrou que Costa Marques é uma das seis cidades que tem servidores municipais que também irão passar aos quadros da União, depois da regulamentação da transposição. Diferente dos estaduais, que se contratados pelo Estado até 1991 terão direito à transposição, somente os municipais contratados até 81 é que poderão ser enquadrados. Isso porque se tem como base a criação do Estado de Rondônia, acabando com os vínculos com o Estado.
Expedito disse aos servidores que o mérito pela transposição é deles mesmos, já que pressionaram o Congresso Nacional, indo a Brasília e mostrando a determinação em ter o seu direito assegurado, empenho que deve ser mantido agora, como disse Expedito.
Respondendo a questionamentos dos servidores, Expedito apresentou tabela com os novos valores dos salários, depois da transposição.
Sobre a regulamentação, ele esclareceu que não há como fazer uma previsão sobre prazos, mas que acredita que após fevereiro a bancada rondoniense vai trabalhar com afinco para que o processo seja encaminhado. Mesmo fora do Congresso Nacional, Expedito Júnior disse que continua empenhado em levar adiante a transposição. Isso porque mantém a força junto aos senadores do DEM e PSDB que, caso notem demora do governo federal para concluir a regulamentação, podem regulamentar por meio de decreto legislativo, como prevê a constituição federal. Muito aplaudido, Expedito Júnior disse que não seria a reunião da última sexta-feira a última naquela cidade e que todas as informações necessárias continuarão sendo levadas aos servidores opor meio da Caminhada da Transposição, que continuará percorrendo os municípios rondonienses, como já aconteceu em Guajará-Mirim, Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal, Vilhena, Porto Velho, Nova Mamoré e agora Costa Marques.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também