Rondônia, quarta-feira, 17 de outubro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Sexta, 27 de Novembro de 2009 - 15h34

Expedito presta esclarecimentos sobre a PEC da Transposição nos municípios

Assessoria


Expedito presta esclarecimentos sobre a PEC da Transposição nos  municípios

Como já aconteceu nas cidades de Vilhena, Cacoal, Cerejeiras, Espigão do Oeste, Pimenta Bueno, a sexta-feira é a vez dos municípios de Rolim de Moura, Ji-Paraná e Porto Velho receberem esclarecimentos sobre a transposição dos servidores do ex-território aos quadros da União. Pela manhã a reunião foi realizada na sede da Associação dos Policiais Civis de Rolim de Moura, onde estiveram policiais civis, militares e agentes penitenciários. Como tem acontecido em todas as cidades, Expedito Júnior (PSDB) repassou as informações aos servidores, esclarecendo ainda as dúvidas que surgiam durante a reunião. Juntamente com Expedito Júnior, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Rondônia, Cícero Evangelista, falou da necessidade de manter o empenho até agora e também do apoio recebido de Expedito, não só nas ações como senador da República, mas também de todo apoio logístico. Cícero lembrou que o gabinete de Expedito Júnior no Senado “foi o verdadeiro” QG da transposição, já que as reuniões sempre iniciavam por lá. A ida dos servidores a Brasília só foi possível, como disse Cícero Evangelista, pelo empenho de Expedito em buscar junto ao Governo do Estado, meios para que os servidores pudessem ir á capital federal.

Sobre os prazos de regulamentação e efetivação da emenda constitucional, Expedito Júnior falou que não se pode estipular neste momento uma data para que os processos aconteçam, mas acredita que isso deva acontecer depois de fevereiro de 2010. A partir daí se definirá uma data para que a regulamentação de fato aconteça. Ele explica que a partir da regulamentação, haverá 90 dias para que os servidores se manifestem e optem por serem incorporados aos quadros da União ou permaneçam no Estado. Disse também que, depois de incorporados á União, os servidores têm dois anos para poderem mudar de Estado, caso haja vagas para a transferência. Isso para as pessoas que tenham vindo de outros estados e que queiram retornar ao seu Estado de origem.

Mantendo contatos com parlamentares do DEM e PSDB em Brasília, Expedito Júnior diz que continua acompanhando a transposição como se ainda estivesse no Senado e que, caso se note que o governo federal esteja querendo demorar a fazer a transposição, Câmara Federal e Senado poderão concluir o processo por meio de decreto. Dessa forma não haverá como o governo federal “enrolar” para fazer a transposição.

Ganhando aplausos dos policiais em Rolim de Moura, Expedito disse ter deixado o Senado com o sentimento do dever cumprido, já que os próprios policiais o apontaram como o maior expoente da transposição.
Expedito falou que sabe que ainda há dúvidas entre os servidores, mas que está buscando meios para que a maior quantidade de informações chegue a um número maior de servidores, para que fiquem tranqüilos e possam esperar com tranqüilidade pela transposição, que será benéfica aos servidores e ao Estado de Rondônia.   
Ainda na sexta-feira, servidores de Ji-Paraná recebem as informações (à tarde) e Porto Velho recebe Expedito Júnior para a reunião à noite.
 


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions