Rondônia, 02 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Política

EXPEDITO REBATE NOTA MALDOSA DA CUT E ACEITA DESAFIO DE BUSCAR VOTOS DO PP, PPS, PR, DEM E PSDB PARA PEC

Terça-feira, 15 Setembro de 2009 - 15:12 | RONDONIAGORA


EXPEDITO REBATE NOTA MALDOSA DA CUT E ACEITA DESAFIO DE BUSCAR VOTOS DO PP, PPS, PR, DEM E PSDB PARA PEC
Em discurso na tarde desta quarta-feira, o senador Expedito Junior (PR-RO) rebateu a nota “maldosa” da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e aceitou o desafio de buscar votos dos parlamentares do PP, PPS, PR, DEM e PSDB para a PEC da Transposição na Câmara dos Deputados. “Não sei que lado está a CUT. Se está do lado dos trabalhadores ou do lado do Governo. Quero aqui demonstrar minha insatisfação com essa nota”, explicou o parlamentar.



Hoje, pela manhã, a CUT rondoniense encaminhou release a imprensa já culpando por antecipação Expedito e o governador Ivo Cassol (PP), caso a PEC não passe pelo crivo da Câmara amanhã. “Estão usando uma nota para se esquivar com os votos amanhã, pensando que o povo de Rondônia vai perdoa-los. Se essa PEC não for aprovada, vai ter deputado federal e senador que não poderão andar em Rondônia porque esse foi o compromisso político assumido com a classe trabalhadora do meu Estado”, reafirmou Expedito.

O representante rondoniense aceitou o desafio da CUT. Conversou com lideranças do DEM, PR, PP, PPS e PSDB garantindo os votos dessas bancadas em favor da PEC. “Se depender dos votos da oposição com certeza a PEC será aprovada”, anunciou. Mas ele lembra que o PT e PMDB tem as maiores bancadas na Casa com 98 e 79 palamentares. “Essa carta da CUT, que deveria estar ao lado dos servidores infelizmente não contribui com o processo que deverá ser votado amanhã”. Em aparte, os senadores Geraldo Mesquisa (PMDB-AC), Papaleos Paes (PSDB-AP) e João Ribeiro (PR-MT) elogiaram a luta do senador Expedito e hipotecaram apoio ao pleito dos servidores rondonienses.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também