Rondônia, quarta-feira, 15 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Terça, 17 de Agosto de 2010 - 00h50

Fuga de candidato, desorganização, falta de conteúdo e boa vontade marcaram o debate da Unir

RONDONIAGORA


Fuga de candidato, desorganização, falta de conteúdo e boa vontade marcaram o debate da Unir
As regras amplamente debatidas e esmiuçadas em reunião de uma comissão organizadora com representantes dos candidatos se tornaram letra morta durante o primeiro debate dos candidatos ao Governo na Universidade Federal de Rondônia (Unir).

O debate, realizado na noite desta segunda-feira, dia 16/08, no auditório da Unir-Centro, foi marcado pela ausência do candidato a governador pelo PP, João Cahulla (PPS); pelo desrespeito às regras previamente estabelecidas em reunião com representantes das coligações; pela falta de conteúdo de alguns dos candidatos; e pela boa vontade da equipe organizadora de fazer o melhor debate.

O desinteresse de João Cahulla pelo evento já estava demonstrado quando sua coligação deixou de enviar representante às reuniões de organização. O candidato governista limitou-se a encaminhar uma correspondência alegando compromisso de campanha para justificar a ausência.

As regras, definidas na semana anterior, determinavam a entrada dos candidatos e dos detentores de credenciais pela porta dos fundos do prédio, localizada na Avenida Rogério Weber. O porteiro da Unir, no entanto, permitiu a entrada glamurosa de alguns candidatos pela escadaria, causando descontentamento aos demais candidatos.

De acordo com as regras, era vedada a manifestação dentro do auditório. O regulamento foi quebrado pelo menos duas vezes em favor do candidato do PSOL, Marcos Sussuarana. A universidade Federal de Rondônia é o berço da legenda, agremiação formada a partir de dissidências de partidos de esquerda, tendo como um dos líderes o ex-candidato a prefeito de Porto Velho, professor Adilson Siqueira.

O desrespeito às regras do debate culminou com a participação do candidato Marcos Sussuarana, que chegou atrasado ao debate. O regulamento estabelecia o horário limite de 19 horas e 10 minutos para a chegada dos candidatos ao local. Sussuarana chegou depois das 19:30, fez escândalo no auditório, mas acabou entrando no debate após o primeiro intervalo, e com a aquiescência dos demais candidatos.

O mais grave, entretanto, foi a falta de conteúdo dos candidatos Expedito Júnior e Marcos Sussuarana para o tema “Ciência e Tecnologia”. Ao candidato do PSOL faltou preparo e poder de síntese, embora tenha curso superior, atributo que faltou a Expedito Júnior. Foi visível nas perguntas e respostas do candidato tucano a falta que faz o conhecimento acadêmico para quem se propõe a debater o tema apresentado.

As perguntas mais técnicas partiram dos questionamentos enviados por internet, e as respostas mais apropriadas foram de Confúcio Moura (médico) e Eduardo Valverde (administrador e advogado).

Além da enfadonha repetição de perguntas o debate foi morno, mas contou com a boa vontade dos organizadores de acertar na mudança do formato, já que o modelo anterior apresentava-se como um “massacre” aos candidatos que não falam a língua da esquerda radical, o que, talvez, tenha sido o motivo da fuga do candidato João Cahulla.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions