Rondônia, 08 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Política

Garçon comemora adesão do Governo Federal a PEC 300

Quinta-feira, 05 Novembro de 2009 - 10:18 | Assessoria


O Deputado Federal do PV e Coordenador da PEC 300, Lindomar Garçon, declarou nesta quarta feira,04- que se sente gratificado em saber que o Ministro da Justiça Tarso Genro, está de acordo em fechar uma proposta que contemple os policiais militares e bombeiros com a fixação de um piso nacional salarial que pode chegar a R$ 3.200 mensais.



A princípio, segundo o deputado, não é essa a proposta que está se buscando através da PEC 300, que é a equiparação salarial dos PMs e Bombeiros dos estados com os militares do Distrito Federal, mas, já dá uma demonstração de que o governo se sente sensibilizado com a questão salarial dos militares.

Com o anúncio desse piso salarial, o Governo Federal amplia as discussões no sentido de se buscar de fato a equiparação salarial dos policiais militares que é a nossa luta, e vamos continuar nela até a aprovação da PEC-300, afirma o parlamentar.

Esse piso nacional salarial de R$ 3.200 mensais, não é nenhum favor que o governo está oferecendo a categoria, até porque, o salário dos policiais militares e bombeiros está muito defasado,que eles são merecedores de salários dignos, defende o deputado.

Não vamos desistir do objetivo principal da PEC 300 que é igualar os vencimentos da categoria com aqueles pagos hoje para soldado, em início de carreira que é da ordem de R$ 4.142,00, afirma o deputado.
Garçon destaca ainda, que a grande preocupação neste momento é com a alocação dos recursos para pagar o piso salarial anunciado.
Mas segundo ele, a solução já foi encontrada com os recursos previstos no PRONASCI- Programa Nacional de Segurança e Cidadania, que se pode chamar o PAC da segurança Pública do Ministério da Justiça.

Também, como alternativa de captação dos recursos, Garçon afirma que já se discute a possibilidade de remanejar valores do Pré-Sal para esse fundo e com isso evitar dificuldades financeiras no custeio das despesas oriundas com o pagamento dos policiais militares nos estados.
Deixo aqui, um recado para aqueles que não acreditam que querer é poder. Quando nós defendíamos a aprovação da PEC-483 (Transposição) muitos não acreditavam, mas não desistimos e ela foi aprovada, relembra o deputado, acrescentando que em relação a PEC 300, Eu Acredito que ela será aprovada assim com a PEC 483.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também