Rondônia, quinta-feira, 16 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 28 de Setembro de 2011 - 17h57

INTERESSES PARTICULARES DO GRUPO DE VALTER ARAÚJO PREJUDICAM PROJETOS DE INTERESSE DO ESTADO, DENUNCIAM DEPUTADOS

RONDONIAGORA


Com grandes interesses na área de prestação de serviços de limpeza, o presidente da Assembléia Legislativa de Rondônia, Valter Araújo (PTB-Porto Velho), criou uma espécie de operação padrão no Poder Legislativo, travando completamente o Governo e prejudicando o andamento de matérias de setores vitais do Estado, a exemplo da segurança pública que necessita urgentemente de R$ 5 milhões para compra de combustível e peças de reposição para as viaturas. A denúncia foi feita em plenário na tarde desta quarta-feira, 28, pelos deputados estaduais Adelino Follador (DEM-Cacaulândia), Edson Martins (PMDB-Urupá) e Marcos Donadon (PMDB-Vilhena). “Não votamos nada hoje, nada ontem e amanhã tem audiência pública e com certeza não será votado nada”, reclamou Adelino Follador, lembrando à Mesa Diretora que há dezenas de matérias de autoria do Executivo paradas aguardando aprovação da Casa. “Não é nem de interesse do Governo, mas da população do nosso Estado”, explicou Follador.

O representante de Cacaulândia entende que não se justifica não haver matérias na Ordem do Dia. “É preciso realizar um trabalho mais sério. Os companheiros tem que assumir suas responsabilidades”, cobrou o parlamentar. O deputado estadual Euclides Maciel (PSDB-Ji-Paraná), que substituiu o presidente Valter Araújo, durante toda a sessão ordinária de hoje, explicou o que estava acontecendo de fato na Casa. Segundo ele, não havia matérias conclusa nas comissões e prontas para votar em plenário. Agora, por determinação do presidente da Assembléia, os projetos precisam passar pelas comissões e depois seguir a votação aberta, seguindo procedimento padrão do Regimento Interno. “Engraçado porque no passado tinha projeto que chegava aqui às 9 horas e estava votada e aprovada às 9 horas e 10 minutos. Não queremos tanto, mas o governo precisa de agilidade porque as demandas da população são muitas”, argumentou o deputado Adelino Follador.

O deputado Edson Martins recordou  aos colegas que o grupo do deputado Valter Araújo mudou lei no início do ano sem nem mesmo consultar todos os parlamentares presentes as sessões. Pelo contrário, foi tudo a toque de caixa e sem o menor pudor de passar pelas comissões de modo padrão como está fazendo agora com o Executivo. “O presidente mudou tanto o regimento que está prejudicando o trabalho dos deputados”, enfatizou Edson Martins. Essa conversa de operação padrão para os projetos não passa de justificativa para tornar o Governo refém do grupo do presidente da Assembléia Legislativa. “Se fosse assim, eu mesmo me prontfiquei a substituir um colega na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) que tinha faltado 4 vezes as reuniões, mas meu pedido foi negado pelo presidente. Não virei titular da comissão porque não era de interesse do presidente. Está havendo discriminação de deputados aqui nesta Casa. E pior, lá em Ji-Paraná, votaram um projeto para segurança tão rapidamente que nem deixaram os deputados discutir. Pedi que fosse adiado para a próxima sessão, mas não me deram ouvidos”, disse Edson Martins, referindo-se a matéria sobre a disponibilidade de policiais militares para segurança de ex-governadores.

Sem resposta

O deputado Euclides Maciel tentou encerrar a sessão sem nem mesmo dar uma justificativa plausível aos colegas, mas foi questionado pelo deputado Marcos Donadon sobre o desdobramento do requerimento assinado por ele cobrando a votação de projetos parados há várias semanas. Euclides não soube responder e disse que precisaria de quórum para analisar a situação. Claramente desconcertado, Euclides não soube responder nada. E pior usou o Regimento Interno para calar Donadon. Ele encerrou a sessão por volta das 17 horas e 36 minutos.

Limpeza e twitter

Valter Araújo não apareceu na sessão desta quarta-feira. Deixou a cargo do companheiro e amigo Euclides Maciel, a quem tinha prometido o contrato da TV Assembléia, a presidência dos trabalhos. Mas o parlamentar passou a tarde inteira no twitter e facebook recomendando os usuários a acompanhar a sessão da Casa. Valter Araújo resolveu barrar todos os projetos do governador Confúcio Moura enquanto o chefe do Executivo não ceder as suas aspirações. Uma delas é o contrato de limpeza do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Valter chegou a ameaçar o vice-governador Airton Gurgacz (PDT), que não cedeu e mandou ele se retirar de seu gabinete.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions