Rondônia, quinta-feira, 16 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Terça, 19 de Maio de 2015 - 10h02

Laerte Gomes: Comissão de Saúde da Assembleia constata caos em Costa Marques

Assessoria


Laerte Gomes: Comissão de Saúde da Assembleia constata caos em Costa Marques
Os deputados integrantes da Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa que estiveram em Costa Marques para verificar a situação do setor se surpreenderam por não haver sequer um paciente na triagem, para ser atendido. A surpresa foi superada pela notícia de não existir nenhum médico do sistema público na cidade.

Também foi constatado que não existe nenhum veículo oficial, ou mesmo ambulância em condições de uso. Todos estão sucateados, com os motores fundidos e largados em outros municípios onde quebraram.

O centro cirúrgico do Hospital Dom Xavier Reis, rebatizado pelo governo do Estado de Unidade Mista de Costa Marques, está fechado desde dezembro pelo Conselho Regional de Medicina de Rondônia (Cremero), pela falta de anestesistas e mesa anestésica para as cirurgias.

A Comissão de Saúde da Assembleia, composta pelos deputados Dr. Neidson (PTdoB), Laerte Gomes (PEN), Alex Redano (SD) e Só na Bença (PMDB), foi recebida pelo prefeito Chico Território e políticos da cidade, e seguiu direto para a unidade mista. Dr. Neidson é o presidente da comissão, e a ida até Costa Marques foi requerida por Laerte Gomes.

Diversas autoridades do município, inclusive o prefeito, relataram que a situação é tão crítica que duas grávidas perderam suas crianças a caminho de Ji-Paraná, por falta de atendimento médico em Costa Marques e em São Francisco, onde existe um hospital regional. Em São Francisco elas não foram atendidas sob a alegação de falta de cirurgiões.

Durante reunião na Câmara de Vereadores o prefeito Chico Território disse que foi enganado politicamente. Segundo ele, governo e políticos o convenceram de que o hospital regional seria mais útil em São Francisco, devido à sua localização, e que o atendimento seria para todos os municípios da região. “Perdemos o hospital em Costa Marques e não somos atendidos em São Francisco”, disse.

Na reunião na Câmara, o juiz de Direito da Comarca, Jares Barreto, afirmou que estava ali como cidadão para cobrar melhorias para o município. Segundo o juiz explicou, já existia o consenso da Promotoria de Justiça do município para entrar com uma denúncia contra a prefeitura e o governo, porém, em vista da visita dos parlamentares, iriam esperar por uma solução.

Os deputados usaram a palavra para garantir que não iriam ficar de braços cruzados. Laerte Gomes assegurou que o secretário de Saúde, Williams Pimentel deverá ser convidado pela comissão para prestar esclarecimentos sobre o que será feito para mudar a situação em Costa Marques.

Laerte garantiu que trabalhará para que o assunto não caia no esquecimento e que, se for preciso, irá a Brasília exigir ações das autoridades federais.

Em relatório, o secretário municipal de Saúde, Claudio Xavier, fez o demonstrativo da situação atual do setor: cinco ambulâncias, todas quebradas e paradas; uma Van, também quebrada; sala de Raios-X inacabada e com aparelho comprado, mas faltam a processadora, filmes, chassis, reveladores etc; centro cirúrgico interditado pelo Cremero; hospital precisando de reforma, pois sua construção conta de mais de 40 anos; necessidade de camas, colchões, macas, cadeiras de rodas, centrais de ar; ônibus do programa de atendimento familiar está precisando de reforma na lataria e mecânica e a sala de fisioterapia conta com um profissional, porém sem nenhum aparelho para tratamentos.

Além de todos os problemas apresentados, o secretário de Saúde do município também explicou que, quando está em funcionamento, 40% dos atendimentos realizados no hospital são de pacientes bolivianos, que somente oneram o sistema, sem contribuir para o município com nada.

Dr. Neidson disse que além do secretário de Saúde, outros membros do governo poderão ser convidados para que outras áreas carentes do município também sejam assistidas.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions