Rondônia, quarta-feira, 15 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quinta, 19 de Novembro de 2015 - 10h47

Laerte Gomes vai convocar presidente da Caerd para explicar problemas de abastecimento em Ji-Paraná

Assessoria


Laerte Gomes vai convocar presidente da Caerd para explicar problemas de abastecimento em Ji-Paraná
Quase 10 mil residências do 1º distrito do município de Ji-Paraná estiveram sem abastecimento de água tratada da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd) por quase quatro dias. Segundo o deputado estadual Laerte Gomes (PEN), que esteve reunido na manhã desta quinta-feira como o diretor da Caerd, Euclides Maciel, a situação foi causada pela explosão da bomba que abastece o setor.

“Isso ocorreu no domingo por volta das 10h e somente ontem, depois da meia noite, é que algumas casas voltaram a ser reabastecidas. É inadmissível que a Caerd não mantenha uma bomba reserva no segundo maior município do nosso estado. Chega a ser um ato de crueldade com a população de Ji-Paraná. É uma vergonha”, desabafou o deputado.

O 1º distrito tem aproximadamente 21,5 mil residências, metade delas não recebe água tratada. Com a substituição da bomba, o abastecimento foi reestabelecido, mas os moradores de dois bairros, na parte mais alta, ainda ficarão sem água até a madrugada de amanhã, segundo informações do diretor da Caerd no município.

O problema crônico da falta de água tratada em Ji-Paraná também afeta o 2º distrito. O abastecimento é intercalado entre os dois setores, alto e baixo. Cada um recebe 12 horas de água por dia. “A nossa adutora tem tanto buraco que não tem mais onde remendar. Tá tudo furado. Nosso engenheiro está nos informando aqui que estamos com uma perda de água de 42%”, admitiu o diretor Euclides Maciel, acrescentando que a bomba queimada do 1º distrito foi recuperada e ficará como reserva.

Classificando a situação como absurda, o deputado Laerte Gomes informou que fará uma convocação da presidente da Caerd, Iacira Azamor, e de todos os diretores para prestarem esclarecimentos na Comissão de Habitação e Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa. “Vou exigir a apresentação de todos os gastos da companhia, inclusive folha de servidores. Jamais vamos nos manter omissos sobre uma questão tão grave. Essas bombas que estão em Ji-Paraná foram instaladas há 30 anos. Nossa população não passaria por esse sofrimento se houvesse a aquisição de um kit reserva que custa somente R$ 20 mil. E olha que estamos falando de consumidores que pagam alto para ter esse péssimo serviço da Caerd”, finalizou Laerte.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions