Rondônia, quinta-feira, 16 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Terça, 05 de Junho de 2012 - 15h26

Mais de 22 mil servidores municipais não têm auxílio saúde

Asper


Apenas 11 dos 52 municípios de Rondônia concedem auxílio saúde aos seus servidores. Atualmente, existem 48.395 funcionários públicos municipais efetivados no Estado. Deste total, 22.949 não contam com o benefício no contracheque. Os valores pagos por essas prefeituras variam entre R$ 30 a R$ 150. O auxílio saúde é uma verba destinada ao custeio dos gastos com procedimentos hospitalares e aquisição de remédios. Mas, mais do que isso, o benefício serve, principalmente, para ajudar o funcionário público na contratação de um plano de saúde.

Considerando os valores cobrados pelas clínicas e hospitais da rede particular rondoniense, as quantias de R$ 30 e até de R$ 150 não cobrem consultas, exames ou cirurgias. Para aqueles que residem no interior do Estado e precisam recorrer a alguma especialidade hospitalar oferecida nas unidades Oswaldo Cruz, Hospital de Base ou Joao Paulo II, na capital, esse dinheiro acaba sendo gasto com o deslocamento. Por isso, a maioria dos trabalhadores acaba utilizando o auxílio como complemento salarial e, quando precisa, é obrigada a enfrentar a exaustiva fila do Sistema Único de Saúde – SUS.

No entanto, embora pareçam ínfimos, estes valores pagos pelas prefeituras são bem empreendidos quando o servidor opta por um plano de saúde. Essa viabilidade é apontada pela Associação dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Rondônia – ASPER. A entidade possui convênio médico com a operadora de planos Unimed, odontológico com a Dental Norte e ainda oferece auxílio funeral. Por amparar mais de 33 mil beneficiários no Estado, a instituição é, atualmente, a saída mais viável para os milhares de funcionários municipais que almejam qualidade de vida com segurança e comodidade.

Valorização

Para o presidente da ASPER, José Francisco Pinheiro, a iniciativa dos dez municípios que já implantaram o benefício de auxílio saúde é louvável porque implica em valorização aos servidores. Isso porque, na visão do dirigente, a medida propicia motivação aos quadros funcionais no serviço público. De acordo com Pinheiro, a associação realizou uma pesquisa junto aos Departamentos de Recursos Humanos – DRH das prefeituras durante o mês de abril de 2012 e constatou a realidade.

Todo servidor municipal, sendo ou não contemplado com auxílio saúde, assim como o estadual ou federal, pode associar-se à ASPER e adquirir, por meio do convênio com a Unimed e Dental Norte, os serviços de saúde hospitalar e odontológico. No entanto, conforme salienta o presidente, dependendo da faixa etária do associado e do valor recebido, o auxílio pode até cobrir 100% da contribuição do convênio de saúde, poupando o beneficiário de desembolsar mais por isso. No caso dos que recebem menos ou que não recebem, ainda assim, o convênio é vantajoso, se comparado aos valores praticados diretamente com as operadoras de plano de saúde.

Ainda de acordo com Pinheiro, a ASPER se coloca à disposição das entidades representativas sindicais ou associativistas dos servidores municipais desassistidos de auxílio saúde, para prestar as orientações necessárias e solicitar das prefeituras a implantação do benefício. A exemplo disso são os municípios do Cone Sul, Vilhena, e os da Zona da Mata rondoniense, onde a associação contribui junto aos sindicatos nas negociações por melhorias para os servidores.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions