Rondônia, terça-feira, 16 de outubro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quinta, 17 de Junho de 2010 - 16h30

Pauta para enfrentar o caos na saúde da Capital é definida em audiência

Assessoria


A Assembléia Legislativa de Rondônia realizou na última quarta-feira, audiência pública para debater e buscar soluções para o caos na saúde pública de Porto Velho. Por mais de três horas, autoridades, gestores públicos, e membros da sociedade debateram as causas e fizeram proposições. Ao final da audiência foi elaborada uma pauta das principais questões a serem encaminhadas perante o Governo Estadual e a Prefeitura de Porto Velho. O evento foi presidido pelo deputado Doutor Alexandre Brito (PSDB).

Na audiência, ocorreram diversos embates, críticas acirradas, trocas de acusações, mas a unanimidade dos presentes concordou que é preciso uma solução em curto prazo, diante do estrangulamento do sistema público.
Para o presidente do Conselho Estadual de Saúde, Raimundo Nonato Soares, o problema de saúde de Porto Velho não será resolvido com paliativos, como por exemplo, a construção de duas novas unidades de pronto atendimento ou o aproveitamento do antigo prédio do Hospital do Câncer, transformado em Hospital Universitário. No seu entendimento, a solução está na construção do Pronto Socorro e Hospital Municipal, e ameaçou ingressar com ação judicial, responsabilizando autoridades municipais.

Os trabalhos coordenados de forma democrática, pelo deputado Doutor Alexandre Brito, deixaram a vontade os presentes para apresentarem suas proposições.

Pauta para o Governo Estadual: escala de dois anestesistas com plantão 24 horas no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II; gestão visando conter os altos índices de homicídios e tentativas de homicídios, em decorrência do aumento de casos de baleados e esfaqueados no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II; conclusão da Central de Regulação; aumento de equipes de cirurgias no Hospital de Base; contração urgente de anestesistas; e maior número de ambulâncias para transportes de pacientes, principalmente nos deslocamentos para exames.

Pauta para a Prefeitura Municipal de Porto Velho: gestão para conter os altos índices de acidentes de trânsito, por provocar congestionamento de cirurgias ortopédicas no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II; plantão de ortopedistas para atender casos de baixa complexidade nas unidades de pronto atendimento; reunião com a reitoria da Fundação Universidade Federal de Rondônia, para se buscar uma consultoria técnica, no sentido de se encontrar as alternativas necessárias para a formação de um consórcio gestor de parcerias para um eventual controle do Hospital Municipal e Universitário; e se buscar o comprometimento dos governos Federal, Estadual e Municipal, no sentido de se construir e equipar o Pronto Socorro Municipal de Porto Velho.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions