Rondônia, 08 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Política

RAUPP DEFENDE SAÍDA DO PT DO GOVERNO CONFÚCIO

Sexta-feira, 04 Fevereiro de 2011 - 16:57 | RONDONIAGORA


O senador Valdir Raupp (PMDB) disse que não pode concordar com a permanência dos atuais quadros do PT na administração Confúcio Moura (PMDB) depois que a bancada do partido postou-se, de forma radical e acintosa, contra o governo no episódio da eleição da mesa diretora da Assembléia Legislativa (ALE).



“Não tem lógica. Na vida inteira, especialmente nos meus oito anos de Senado e nos 16 que observo de perto os mandatos da deputada Marinha Raupp (PMDB), jamais testemunhamos o nosso partido expor o governo que apoiamos ao constrangimento que o PT de Rondônia está fazendo passar o governador Confúcio Moura”, disse.

Para o senador Valdir Raupp, a única hipótese possível para explicar o que se passou na eleição da ALE seria a de que os deputados do PT odeiam os petistas que Confúcio Moura nomeou. Ou então, conforme o senador, a suposição seria a de que se entendem muito bem e todos acham muito natural a situação extremamente vexatória a que publicamente está submetido o governador rondoniense.

“Nas duas conjecturas, não consigo encontrar lógica que justifique a permanência do PT no governo. Caso a primeira hipótese esteja correta, ou seja, supondo que deputados e os petistas que Confúcio nomeou não se entendam, ainda restará ao governador a possibilidade de um entendimento com a bancada do PT”, ponderou Raupp.

De acordo com o senador Valdir Raupp, para estabelecer a parceria rondoniense que aproximou o PMDB do PT, tomou-se como modelo a aliança entre os dois partidos no plano federal.

“Possivelmente o PT não tivesse ocupado agora a Presidência da Câmara com Marco Maia caso o PMDB, em 2007, por exemplo, mesmo com a maior bancada da Casa, não tivesse cedido o comando da legislatura ao petista Arlindo Chinaglia e, por sua vez, o PT não tivesse honrado o compromisso que levou Michel Temer ao posto com os desdobramentos que se conhece - Dilma na Presidência e tudo mais”, ponderou Valdir Raupp.

O senador Valdir Raupp fez questão de esclarecer, porém, que esta ainda é uma posição circunscrita ao seu entendimento e à consideração pessoal da deputada Marinha Raupp.

“O que quero dizer é que, em que pese a minha condição de dirigente, essa declaração não é a manifestação de uma atitude do meu partido, pois ainda não a expus às instâncias oficiais de decisão, constituindo-se, por enquanto, numa expressão da minha discordância em relação a um fato que deploro e que preferia não tivesse ocorrido”, finalizou.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também

CONFÚCIO PROMETEU A EXECUTIVA E PARLAMENTARES DO PT INDICAÇÃO DE MAIS CARGOS

O PT saiu fortalecido do episódio da eleição da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa. Em nome da composição no Parlamento, após a vitória do gru...

PT MANTÉM CARGOS E AMPLIA ESPAÇO NA ADMINISTRAÇÃO DO GOVERNO CONFÚCIO MOURA

O governador Confúcio Moura (PMDB) não só vai manter os atuais cargos do PT em seu Governo como vai ampliar o espaço da legenda. A decisão foi toma...

Raupp lembra aos partidos governistas fidelidade ao Governo Confúcio

Lembrando a dupla responsabilidade como presidente do PMDB nacional e rondoniense, o senador Valdir Raupp fez um apelo aos dirigentes dos partidos ...

EXECUTIVO GASTA R$ 394 MIL PARA APROVAR PROJETOS ONERANDO AINDA MAIS A FOLHA DOS SERVIDORES

O governador Confúcio Moura (PMDB) desembolsará do Tesouro Estadual neste mês de fevereiro R$ 394.416,00 a mais para pagamento da sessão extraordin...