Rondônia, sábado, 19 de janeiro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Segunda, 11 de Abril de 2016 - 18h40

Justiça manda reintegrar área de 251 Km² disputada há 19 anos e com 1500 famílias

Da Redacao


Centenas de moradores residentes no Km 45 em Vila Samuel, Candeias do Jamari estão sendo obrigados a deixar o local onde vivem, por conta de uma decisão da 2ª Vara Cível da Capital, determinando a reintegração de posse. A área tem 25.148,637 hectares ou 251 Km², está invadida desde 2003 e pertencia ao ex-desembargador Aldo Castanheira, mas atualmente está no nome do empresário Paulo Whately Sack, que no final do ano passado acionou os advogados para prosseguirem com a reintegração da área.

 a ação que reclamava a área foi impetrada em 1.997 e se chama Escalerita e Brasileira. A liminar é de julho de 2003, mas em 2005 o INCRA entrou na briga por entender que tinha direito a um pedaço da terra que estava em disputa. Os autos foram remetidos para a Justiça Federal e após 10 anos retornaram a Justiça estadual. Aldo Castanheira morreu antes, em 2013. Em 2015 Paulo Sack aparece como novo dono.

Segundo a presidente do Conselho de Desenvolvimento Rural de Candeias, Ana Lúcia Souza Lucas o problema social gerado será grande. “Dentro da Vila Samuel residem cerca de 1,5 mil famílias e é uma cidade praticamente. Tem farmácia, madeireira, mercados. Há ainda os animais, são mais de 30 mil cabeças de gado. Tudo funciona lá dentro. E essas famílias estão há mais de 20 anos morando lá. E agora apareceu um dono, mas estamos tentando reverter essa situação, porque eles não sabem e não têm para onde ir”, afirma Ana.

Além das famílias da Vila Samuel, ainda há mais cerca de 3,5 no entorno, algumas delas, segundo Ana, que foram assentadas pelo Incra através do governo federal. “Isso é um conflito sem tamanho. Tem trabalhador que diz que só vai sair se for no caixão. E estamos querendo evitar isso. Conseguimos apoio de alguns deputados e também do próprio governador de Rondônia que pediu para a polícia esperar para fazer a retirada”, explica a Ana, que afirma que foi criado um conselho para tentar resolver este impasse.

O Rondoniagora tentou contato com o Paulo Sack, mas não obteve sucesso. Ainda tentamos contato com o advogado Cristiano Pinheiro, que defende a causa dos moradores, mas ele está em viagem e retorna na tarde de terça-feira.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/justica-manda-reintegrar-area-de-251-km%C2%B2-disputada-ha-19-anos-e-com-1500-familias)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions