Rondônia, quarta-feira, 21 de agosto de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quarta, 12 de Março de 2014 - 15h12

MP expede recomendação para evitar propaganda enganosa sobre IPI reduzido

MP-RO


O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Cacoal, expediu recomendação às concessionárias de veículos daquele município para que deixem de veicular publicidade e/ou propaganda comercial com uso de mensagens subliminares de IPI Zero ou IPI reduzido de taxa de financiamento, de forma a induzir o consumidor a entender que o preço do veículo será menor, quando essa redução de imposto não for repassada efetivamente ao consumidor.

A recomendação, assinada pela Promotora de Justiça Valéria Giumelli Canestrini, também orienta que as empresas informem de forma clara e adequada que os veículos adquiridos mediante a concessão de benefício tributário, quando assim determinar a lei, não poderão sair de determinada região/Estado, salvo autorização do órgão competente, no prazo determinado pela legislação pertinente, até decorrido o prazo previsto para que o veículo permaneça no Estado.

A Promotora de Justiça afirma, na recomendação, que a propaganda enganosa, inclusive na modalidade omissiva, é proibida pelo artigo 37 do Código de Defesa do Consumidor, pois pode induzir o consumidor a erro, prejudicando a livre escolha.

A integrante do MP ressalta que a redução da alíquota de IPI e a taxa de financiamento de veículos, podem, por vezes, confundir o consumidor. Destacou que eventuais benefícios tributários de IPI, sejam para incentivar determinado setor da economia, sejam para promover a equalização das regiões, são feitos nos limites das leis, as quais devem ser, nas relações de consumo, devidamente informadas de forma clara e adequada.

A Promotora de Justiça explica, ainda, que veículos automotores, quando negociados sob a lei que concede benefícios tributários, não podem sair do Estado, salvo com a autorização do órgão competente, e por período determinado. Também acrescentou que a legislação poderá estabelecer um prazo para que o veículo permaneça na região em que foi adquirido, condição essa que deve ser esclarecida ao consumidor antes da aquisição do bem, sob pena de caracterizar desonestidade e má-fé nas relações de consumo.

Ao expedir a recomendação, o MP alerta que o não atendimento às orientações poderá implicar adoção de providências judiciais cabíveis.

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/mp-expede-recomendacao-para-evitar-propaganda-enganosa-sobre-ipi-reduzido)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions