Rondônia, sábado, 20 de julho de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quarta, 24 de Setembro de 2014 - 16h08

Presidente do Sinfar poderá perder o cargo na Prefeitura de Ji-Parana

RONDONIAGORA


Presidente do Sinfar poderá perder o cargo na Prefeitura de Ji-Parana
Acusado de fraudes no Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de Rondônia (SINFAR), o farmacêutico Antônio de Paula Freitas Junior, poderá perder o cargo que ocupa na prefeitura de Ji-Paraná por ter induzido o prefeito Jesualdo Pires a colocá-lo a disposição da entidade sindical recebendo salario do município sem trabalhar.Antônio de Paula Freitas Junior responde processo na Justiça acusado de falsificar a assinatura de farmacêuticos em ata da assembleia geral do SINFAR, em julho de 2012, para alterar o mandato de três para quatro anos e permanecer no cargo.

A denuncia foi feita pelo Ministério Publico do Trabalho acatando representação de um grupo de farmacêuticos que contestam a legitimidade de Antônio Junior no SINFAR, alegando que nunca foram convocados e nem assinaram atas em que constam os seus nomes.
O prefeito de Ji-Paraná Jesualdo Pires, sem conhecimento do suposto crime de falsificação e acreditando que o farmacêutico havia sido eleito, acatou pedido de Antônio de Paula Freitas Junior, para coloca-lo a disposição do SINFAR recebendo o salario integral sem prestar serviços à Prefeitura. Com a fraude apurada, o suposto presidente do SINFAR devera responder processo administrativo por fraudar documento público e além de perder o emprego, deverá devolver todo o dinheiro que recebeu do município corrigido.

Na denúncia apurado pelo Ministério Publico do Trabalho, consta que um grupo de farmacêuticos vem sendo impedido de filiar-se ao SINFAR uma vez que o atual presidente muda constantemente de endereço onde funciona a sede do sindicato, numa manobra para afastar aqueles que podem ameaçar seu mandato a frente da entidade.

O Instituto de Criminalística da Polícia Civil recebeu determinação judicial para realizar perícia nas assinaturas dos farmacêuticos que aparecem na ata do SINFAR e que nunca estiveram na assembleia geral realizada por Antônio de Paula Freitas Junior. Com o resultado, todo o processo eleitoral da entidade deverá ser desfeito e novas eleições deverão ser convocadas por determinação judicial.

DO CRIME

Antônio de Paula Freitas Junior, se condenado, deverá responder por dois crimes praticados: O primeiro de falsificação das assinaturas dos farmacêuticos e ata do sindicato, no qual o Código Penal Brasileiro prevê pena de reclusão de cinco anos e mais multa. O outro, é de uso de documento falso, uma vez que de posse da ata do SINFAR com as assinaturas falsas, utilizou o documento para se beneficiar com o afastamento da prefeitura de Ji-Paraná para ficar à disposição do sindicato sem trabalhar, crime que deverá ser visto pelo Ministério Publico na esfera criminal e no campo administrativo, com a perda da função publica.

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/presidente-do-sinfar-podera-perder-o-cargo-na-prefeitura-de-ji-parana)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions