Rondônia, quinta-feira, 5 de dezembro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Eleições

Publicado em Sábado, 27 de Setembro de 2014 - 00h28

DEBATE NA RECORD AUMENTA TENSÃO POLÍTICA NAS VÉSPERAS DA ELEIÇÃO

RONDONIAGORA


DEBATE NA RECORD AUMENTA TENSÃO POLÍTICA NAS VÉSPERAS DA ELEIÇÃO
Candidato a reeleição, o governador Confúcio Moura (PMDB) foi o principal alvo do debate realizado na noite desta sexta-feira pela TV Candelária (Rede Record) em Porto Velho. O evento reuniu todos os pretendentes ao cargo máximo em Rondônia. O estilo do debate, iniciado com candidatos realizando perguntas entre sí agradou os telespectadores, mas o nível das perguntas deixou a desejar.

Com ataques diretos, Confúcio demonstrou nervosismo ainda no início do confronto. Um exemplo foi a primeira pergunta, realizada por Pimenta de Rondônia, que queria saber porque o Governo não agiu com prevenção na questão da enchente do Rio Madeira, uma vez que foi informado pelo Sipam sobre a possibilidade de cheia. “Não morreu ninguém”, disse para completar com uma afirmação que nada tinha a ver com o questionamento: “O Teatro foi inaugurado e entregue”. Ninguém entendeu e Pimenta continuou detalhando que os ribeirinhos atingidos estão morrendo aos poucos.

Padre Tom (PT) foi outro a atacar o governador afirmando que o asfalto em supostas 2300 ruas anunciado em todo o Estado é de péssima qualidade e as obras estão inacabadas.

Jaqueline Cassol (PR) mais uma vez disse que tem experiência e que o Governo de seu irmão, Ivo Cassol (PP) foi superior ao de Confúcio. “O Governo precisa ter gestão e não conchavos políticos”.

Expedito Júnior (PSDB) também foi atacado, principalmente por Jaqueline e Confúcio Moura. Em seu melhor momento afirmou que os últimos dois governos foram incompetentes para garantir obras de saneamento para a Capital. Ele também apresentou dados sobre o setor.

Ao responder ataques de Confúcio, disse que nunca respondeu a nenhum processo criminal ou improbidade administrativa e nem passou pelo constrangimento de ter a Polícia Federal à sua porta às 6 horas da manhã, como aconteceu na Operação Termópilas, que prendeu o afilhado do governador, Rômulo da Silva Lopes, no apartamento de Confúcio, acusado de envolvimento com a quadrilha que desviava recursos das Secretarias da Saúde e da Justiça e Cidadania.

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/eleicoes/debate-na-record-aumenta-tensao-politica-nas-vesperas-da-eleicao)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions