Rondoniagora.com

Rondônia, 03 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Eleições

Pré-candidato a prefeito de Mirante da Serra teme ser assassinado e pede proteção ao MP

Sexta-feira, 12 Agosto de 2016 - 18:52 | Da redação


Pré-candidato a prefeito de Mirante da Serra teme ser assassinado e pede proteção ao MP

O empresário Pedro Alves da Cruz, o Pedrinho da “Casa Mirante”, que registrou candidatura a prefeito de Mirante da Serra pelo PDT, esteve na Promotoria de Justiça de Ouro Preto do Oeste nesta sexta-feira (12) para pedir que seja investigada uma suposta ameaça de morte dirigida a ele e ao vereador Cristiano Correia da Silva, o popular “Kiti”, do PRP.

A ameaça teria sido feita perante várias pessoas por um pré-candidato a vereador da cidade que não conseguiu vaga no partido da coligação que envolve o PDT, PRP, PTB e SD. O vereador “Kiti” registrou ocorrência na Delegacia de Polícia de Mirante da Serra informando que um pistoleiro oriundo do estado de Goiás está na cidade para matar ele e o pré-candidato a prefeito.

No momento da ameaça, após a convenção, o acusado teria dito ao empresário Pedro Cruz: “Vou matar você e o vereador Kiti”. Pedro Cruz veio na quinta-feira na Delegacia de Ouro Preto do Oeste para pedir proteção, e como não se sentiu seguro, retornou novamente hoje à Promotoria de Justiça, e após uma audiência com a promotora de justiça Alba da Silva Lima, foi orientado a retornar à Delegacia para conversar com o delegado de plantão.

Pedro Cruz disse que ele e o vereador estão apavorados com essa situação e por isso procuraram as autoridades policiais e da justiça, a fim de garantirem a sua integridade física. “Eu sou pré-candidato na minha cidade, tenho vontade de ser prefeito, mas não quero morrer. Quem me garante que a qualquer momento eu não posso levar um tiro pelas costas”, desabafou.

Matador na cidade


Na última quarta-feira, o vereador “Kiti” procurou a Delegacia Civil de Mirante da Serra, e registrou uma ocorrência policial denunciando que foi informado que um casal chegou à cidade de Mirante da Serra, e teriam comentado que eles foram trazidos à região para matar o candidato a prefeito e o vereador, e que teriam sido contratados pelo ex-candidato que não conseguiu vaga no partido.

“Kiti” também denunciou na Delegacia que após a convenção dos partidos, ele foi procurado pelo ex-pré-candidato que fez uma ameaça direta contra sua família. Segundo relatos do vereador, o homem ainda raivoso disse a ele “eu sei onde sua filha estuda e onde ela passa todo dia!”. O vereador disse que procurou a polícia temendo pela vida de seus familiares.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News