Rondônia, domingo, 27 de setembro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Sexta, 24 de Fevereiro de 2017 - 11h20

Cantoras iniciam ensaios para comemoração de 25 anos do projeto "Canta Mulher"

da assessoria


Cantoras iniciam ensaios para comemoração de 25 anos do projeto "Canta Mulher"

A preparação para as apresentações do projeto Canta Mulher já começaram. No último final de semana, as cantoras que irão se apresentar realizaram ensaio fotográfico, produção de vídeo e ensaio musical, como parte do cronograma de preparação para comemoração de 25 anos do projeto. Este ano, a agenda cultural do Canta Mulher concentra um conjunto de atividades realizadas no período de 6 a 10 de março no Teatro Um do Sesc Esplanada em Porto Velho, com muita descontração e musicalidade que comemoram a trajetória do Projeto Canta Mulher.


A coordenadora Benedita Nascimento revela que "o Projeto Canta Mulher é realizado durante as comemorações do dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, articulando ações integradas no fomento da cultura e do desenvolvimento local. Desde sua primeira edição, o projeto conta com a fiel parceria do Sistema Fecomercio/Sesc-Rondônia, tornando-se um dos realizadores do evento", explica Benedita.

Nesta edição, as artistas do palco livre do Canta Mulher são: Anayole Êba, Aldenice Bento, Aninha Dantas, Ellen Cristine, Gina Beta, Izabela Lima, Jaque Botelho, Leninha Lima, Luana Shockness, Yara Raphaela, Kali, Silvania Souza, Thina Chaves e Vanessa Farias. No show musical Canta Mulher, as artistas que sobem ao palco são: Gioconda Trivério, Charlene Marques, Elisa Cristina, Laís Fernandes e Silvia Pinheiro, Vilma, Vanilce e Léia integrantes da As Pastoras, além da participação especial de Litsia Moreno, Aucireia Tabosa, Anayole Êba e Izabela Lima.

Ainda no clima de festejo de todas as artes, o palco do Canta Mulher apresenta artistas da dança e do teatro, inserindo o ritmo da dança na obra “Valsa Breve” do compositor Bado, coreografada pela Academia de Dança Berenice Simião e suas bailarinas Silmara Sales, Saima Góes, Vanessa Cavalcante, Larissa Segismundo, Clarice Acioli e Naiane Lima. Com música de Baaribu Nonato e letra de Suely Rodrigues, a atriz com sua performance irreverente, sobe ao palco com “Maria.com”.

Vale ressaltar que a produção do Canta Mulher realizará nesta edição homenagem póstuma as cantoras intérpretes Nega e Késia.

Histórico
O projeto Canta Mulher foi criado em 1992 pelo Fórum Popular de Mulheres, com objetivo de promover através da cultura e da arte, a visibilidade das discussões sobre a mulher, revelando a sua condição feminina no cotidiano da sociedade brasileira. O projeto resgata e valoriza nesse universo, a mulher, a artista, a voz feminina na arte do canto, interpretando obras musicais de compositores e intérpretes com produção local, regional e nacional, reinventando o mundo da poesia e da musica nas canções brasileiras.

Com recorde de produção, a iniciativa inaugura a agenda cultural de Porto Velho, se engaja pela história e memória de muitas mulheres, artistas, compositoras e intérpretes, revelando uma sonoridade musical voltada para o resgate da dignidade humana, através da arte, da cultura e da vida de mulheres que numa só voz, invocam “um canto pela paz”, marcando a cena de mulheres que passeiam pelo palco da noite, da arte e da vida.
Nesses 25 anos, o projeto Canta Mulher conta com o apoio do Sindur, Sintel, Seeb, Sintero, CUT-RO, Unimed-RO, O Imaginário e do CPPT Cuniã.

25 anos de Canta Mulher
O Projeto Canta Mulher em 2017 completa 25 anos e, na sua história musical e cultural, conecta vibração, ritmo e sonoridade de mulheres que fazem arte no canto, na dança, no teatro, na poesia, no palco e na vida.

O Canta Mulher, anuncia, revela, encanta e canta canções para Maria Maria, Beatriz, Luizas, Dinorah e Madalenas, projeta um novo tempo, de cidadania feminina, vitoriosa, cheia de charme.

Entre paralelas, numa roda viva, o canto delas, mistura linguagens musicais espalhando poesias, arte e harmonia, seguem pela esquina do tempo, em trilhos sonoros, revelando memórias e canções para rosas, mulheres de Holanda e Chiquinha Gonzaga em sensíveis partituras. Ganha volume, de corpo e alma, com mulheres de todos os cantos, com muita fascinação, corre pelas águas de março semeando solidariedade num sonhos Brasis e Gracias a la vida ecoam um canto pela paz!


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions