Rondônia, terça-feira, 21 de novembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Terça, 22 de Janeiro de 2008 - 13h23

Confirmados casos de Raiva Herbívora na região de Ji-Paraná

Assessoria


O resultado dos exames divulgados no início de janeiro sobre a causa da morte de dois bovinos machos, um no km 15 em Presidente Médice e o outro na Linha 605 no km 25 em Theobroma foram positivos para Raiva Herbívora. Técnicos da Supervisão Regional do Idaron de Ji-Paraná estão notificando as duas áreas decorrentes dos focos de raiva para a vacinação obrigatória num raio de 12 km e agendando atividades de captura e educação preventiva sanitárias com os produtores rurais.Segundo o Chefe da Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsav) de Ji-Paraná, Luciano Polegário uma captura já foi realiza na área perifocal de Presidente Médice com o apanhado de um morcego hematófago. “Neste morcego já realizamos as técnicas de controle preventivo aplicando a pasta vampiricida em seu dorso. Além do animal voltar para seu habitat e transmitir a pasta aos outros hematófagos, o controle populacional dessa espécie é realizada com a morte de outros hematófagos”.
Os morcegos Desmodus Rotundus, ou, morcegos vampiros ou hematófagos atacam os bovinos normalmente no período noturno. A raiva não tem cura e causa a morte de animais e também do homem. O Médico Veterinário da Ulsav de Theobroma, Ney Carlos Dias de Azevedo garante que o controle populacional desses transmissores não é apenas uma questão de sanidade animal, mas uma preocupação mútua da saúde pública. “A raiva é uma doença que pode ser transmitida ao homem por animais domésticos (cães e gatos). A raiva é um vírus que tem alta concentração na saliva e mucosas nasais e oculares após o grau elevado da doença. O correto é avisar o centro de zoonoses ou a Agência Idaron em sua cidade no caso de seu animal parecer doente, agressivo e tiver mudanças de hábitos corriqueiros”.
A notificação de possíveis focos ou local de moradia dos morcegos e a vacinação de bovinos após os três meses de idade são métodos preventivos eficazes. No caso de uma pessoa mordida ou arranhada por um animal doméstico contaminado ou com suspeita de raiva, lave com água e sabão o ferimento e procure o mais rápido possível um posto de saúde.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions