Rondônia, 25 de julho de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Diretoria do Sindsef abre espaço para participação democrática das bases

Terça-feira, 11 Janeiro de 2011 - 17:36 | RONDONIAGORA


Diretoria do Sindsef abre espaço para participação democrática das bases
A atual diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Federais (Sindsef), em assembléias, decidiu alterar o regimento interno da entidade para garantir a participação democrática das bases no processo eleitoral, que será deflagrado a partir do mês de fevereiro.



O diretor executivo da instituição, Daniel Pereira, explicou que hoje as chapas poderão ser formadas para disputar o corpo diretivo do sindicato e outras chapas para concorrer em todas as 20 coordenações espalhadas pelo Estado. Ele lembra que há 5 anos, a atual diretoria, presidida pelo servidor Herclus Coelho, quase não conseguiu ser registrada por falta de pessoal em Cabixi e Cerejeiras e Alta Floresta. Na época, eram necessários 80 membros efetivos. Hoje esse número caiu para 17.

Outra mudança apontada por Daniel é a participação das bases nos fóruns de decisão. Cada categoria terá um representante ativo nas discussões. “As categorias que não tiverem membros na executiva terão assento no sistema diretivo”, explicou o diretor executivo, lembrando que o número de reeleição para qualquer cargo, inclusive presidente, também foi limitado a apenas uma.

Outra conquista do sindicato foi a criação de novas secretarias para englobar cada vez mais servidores da base. Foram instituídas as secretarias do Meio Ambiente (Ibama, Chico Mendes e outras do setor), Agrícola (Incra, Ceplac e Ministério da Agricultura) e a Assistência Social (INSS e DRT). Outra vitória do sindicato foi a representação de dois servidores rondonienses na Confederação Nacional dos Servidores Federais (Condsef), forum apto a discutir as questões salariais com o Governo Federal. Herclus Coelho cuida da parte dos ex-servidores e Abson Praxedes da questão dos intoxicados por DDT. Inclusive sobre esse assunto, Daniel informa que a entidade busca audiências com o governador Confúcio Moura (PMDB) e através do senador Valdir Raupp (PMDB-RO) reuniões no Ministério da Saúde. A idéia é pedir tratamento adequado para esses trabalhadores, além da indenização. Caso a União não atenda o pedido dos ex-servidores da Funasa, o sindicato, através da Condsef, pretende acionar os organismos internacionais, a exemplo da OIT.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também

Justiça de Rondônia condena Unimed por negar tratamento a cliente

O juiz Cristiano Gomes Mazzini de Colorado do Oeste condenou a Unimed de Rondônia ao pagamento de R$ 14 mil por danos morais e materiais por ter ne...

Ato público marca manifestações contra aposentadoria de ex-governadores

Um ato público marcado para o próximo dia 10 de fevereiro dá início a uma série de manifestações públicas a favor da extinção do benefício de apose...