Rondoniagora.com

Rondônia, 04 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Empresa aérea exige passagem de volta e impede viagem de rondonienses que iriam estudar na Argentina

Sexta-feira, 25 Novembro de 2016 - 14:14 | da Redação


Empresa aérea exige passagem de volta e impede viagem de rondonienses que iriam estudar na Argentina

Dois jovens foram barrados no Aeroporto Internacional de Porto Velho Governador Jorge Teixeira de Oliveira nesta quinta-feira (24), ao tentarem embarcar para Rosário, na Argentina, onde iriam estudar.

De acordo com o estudante Caio Henrique, ele e seu amigo já estão matriculados na Universidad Nacional de Rosário (UNR) e seguiriam para o país esta semana através dos serviços da empresa Latam (Ex-TAM), mas na hora de embarcar os supervisores disseram que eles não poderiam viajar, pois não tinham comprado passagem de volta e seriam barrados na imigração, dando despesas para a empresa os trazer de volta.

Após a afirmação, Caio ainda mostrou documentos de matrícula e até o endereço onde irá residir no país, porém a empresa não liberou e os estudantes ficaram cerca de 15 horas tentando reverter o ocorrido.

O rapaz fez uma postagem em uma rede social onde narra a apreensão. “Estou barrado há mais de 15 horas no aeroporto de Porto Velho, Rondônia, com um amigo. Estão exigindo passagem de volta, mesmo apresentando o comprovante de inscrição na UNR, com endereço, onde vou habitar”.

Em entrevista ao RONDONIAGORA, ele conta que saiu de Ji-Paraná para fazer a viagem e que a empresa não forneceu nenhum tipo de suporte a ele e o amigo com o acaso. “Falaram que haveria alguns casos (impedindo o embarque), porém todos alegando que eles não podem fazer isso. O meu assessor de viagens também disse que eles não podem e ainda contatei um advogado” afirma o estudante, ao ser perguntado se já tiveram outros casos como o dele. Na hora de comprar a passagem nada foi informado.

O Jornal entrou em contato com a empresa LATAM, que afirmou seguir as regras da legislação em vigor. Enviou um link (https://www.latam.com/pt_br/informacao-para-sua-viagem/documentacao-e-vacinas/documentacao-para-embarque/internacional/) e sobre viagens à Argentina, explica ser necessário para entrar no país “RG em bom estado ou passaporte válido, passagem de retorno ou para o próximo destino (o visto só é exigido para permanência superior a 90 dias)”.

A embaixada da Argentina em Brasília pediu contato após ás 16 horas. No entanto, a página do departamento de Imigrações (http://www.migraciones.gov.ar/accesibleportugues/?categorias) informa que para entrar no país é exigida dos associados do Mercosul apenas passaporte ou cédula de identidade.

Empresa aérea exige passagem de volta e impede viagem de rondonienses que iriam estudar na Argentina
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News