Rondoniagora.com

Rondônia, 04 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Liga dos Camponeses Pobres nega ligação com madeireiros

Terça-feira, 17 Março de 2009 - 15:55 | G1


A Liga dos Camponeses Pobres (LCP), grupo de agricultores sem terra que atua em diversas regiões do país, nega que tenha se associado com madeireiros para explorar florestas em Rondônia.

Em nota divulgada nesta terça-feira, o grupo de sem-terra nega qualquer envolvimento com o corte ilegal de madeira. “Não possuímos grupo armado e não temos nenhum tipo de aliança com madeireiros”, diz trecho do comunicado da LCP.

De acordo com a reportagem da "Folha", um relatório da PF indica que os sem-terra estariam fazendo parcerias com madeireiros da região de Buritis, Nova Mamoré e Campo Novo de Rondônia. Eles invadiriam florestas de fazendas produtivas e depois permitiriam a entrada dos desmatadores, dividindo o lucro da madeira.

Em nota divulgada nesta terça-feira, o grupo de sem-terra nega qualquer envolvimento com o corte ilegal de madeira. “Não possuímos grupo armado e não temos nenhum tipo de aliança com madeireiros”, diz trecho do comunicado da LCP.

O grupo também nega que seja uma dissidência radical do MST, como afirma a reportagem: “Todo mundo em Rondônia sabe que a LCP surgiu da histórica resistência dos camponeses de Corumbiara na tomada da fazenda Santa Elina, em agosto de 1995.”

A tomada da fazenda, citada pela LCP, culminou no chamado “massacre de Corumbiara”, quando foram mortos nove sem-terra e dois policiais em uma ação de reintegração de posse.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News