Rondoniagora.com

Rondônia, 27 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

NA AUSÊNCIA DO CHEFE, PROCURADORES ENVIAM NOTA, MAS DESCONHECEM INSTAURAÇÃO DE PROCESSO ADMINISTRATIVO CONTRA TRINDADE

Segunda-feira, 12 Maio de 2008 - 17:04 | RONDONIAGORA.COM


Na ausência do procurador-chefe do Ministério Público Federal em Rondônia, Francisco Marinho, e cinco dias após denúncia da All TV e Rondoniagora de envolvimento do procurador Reginaldo Pereira da Trindade em questões relacionadas à Reserva Roosevelt, chega às redações uma nota oficial de teor ofensivo em defesa do membro do MPF. A assessoria de imprensa do órgão informou na manhã desta segunda-feira que o procurador-chefe está em Brasília e não soube responder de que forma ele teria assinado a nota. Aliás, não há nenhuma assinatura digital na nota.

O ofício 069/2008 do MPF de Rondônia enviado à jornalista Ivonete Gomes, em caráter confidencial, solicita cópia de todos os documentos e filmagens para embasar o Processo Administrativo nº 1.31.000.000369/2008-56 aberto para apurar as denúncias contra Reginaldo Pereira da Trindade. Há, portanto, uma grande contradição entre a nota enviada na ausência do procurador-chefe e o ofício assinado por ele que trata de procedimentos apuratórios em âmbito administrativo.

Na nota “oficial” a Procuradoria da república diz que “vem acompanhando perplexa, todas as tentativas de obstruir os trabalhos investigatórios e judiciais do Ministério Público Federal em Rondônia, atacando, de maneira sistemática, a atuação de um de seus representantes neste estado”. O texto mal escrito e confuso não explica de que forma a imprensa estaria prejudicando investigações. O MPF usa o termo “FONTES” para se referir a informantes que teriam revelado um “plano sórdido” para vincular no futuro (a Procuradoria deve ter agora um pai de santo por lá) o procurador Reginaldo e seus familiares com drogas e diamantes.

De fato, na primeira reportagem uma garimpeira diz que o procurador faz lobie para um empresário que quer dominar o garimpo de Roosevelt colocando em operação uma máquina chamada planta. O envolvimento com droga, como fala a Nota Oficial, é novidade no caso. Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News