Rondoniagora.com

Rondônia, 02 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Prefeitura não repassa recurso prometido e espetáculo teatral pode ser comprometido

Sexta-feira, 18 Novembro de 2016 - 18:14 | da Redação


Prefeitura não repassa recurso prometido e espetáculo teatral pode ser comprometido

Um impasse entre a prefeitura de Porto Velho e o Grupo Teatral Êxodo pode comprometer o tradicional espetáculo natalino “O Homem de Nazaré” (versão 2016), que há 30 anos se apresenta gratuitamente na cidade cenográfica Jerusalém da Amazônia, a 13 quilômetros da capital.

Segundo o presidente do grupo, José Monteiro, a Fundação Cultural (Funcultural) está se esquivando do compromisso em repassar o recurso que pagaria os técnicos, transporte do elenco e alimentação. “Eles estão inventando uma série de desculpas, inclusive dizendo que há quatro meses me enviaram um documento dizendo que não poderiam fazer o repasse, mas esse documento nunca chegou até mim”, revela o presidente.

Monteiro conta que há quase um ano vem negociando com o órgão municipal e que um técnico da Funcultural teria se comprometido com o evento, sugerindo os dias 1, 2 e 3 de dezembro, os mesmos previstos para o espetáculo. “Eu tenho a ata da reunião, onde o representante em nome da presidente da fundação se comprometeu conosco. Primeiro o valor seria R$ 200 mil, depois foi baixando para R$ 150 mil, R$ 100 mil e terminou em R$ 50 mil, mas nem isso eles estão cumprindo”, declarou.

Da parte do governo do estado, Monteiro diz que o compromisso está sendo cumprido, com toda a estrutura do local para o espetáculo, som, iluminação, palco e até a limpeza da cidade cenográfica, que está sendo feita por reeducandos do sistema prisional. “A revitalização do nosso espaço está em fase de conclusão, mas dependemos desse dinheiro para pagar os profissionais envolvidos”.

Monteiro deixa claro que não quer entrar em atrito com o Executivo, mas enfatiza que “eles não estão cumprindo com o compromisso que fizeram, e nós não vamos deixar que eles tentem macular a nossa imagem, com estórias de que não entregamos documentos necessários ou coisas assim. Quem não está cumprindo com o compromisso são eles”.

Segundo o diretor do espetáculo épico, Nery Rodrigues, tudo que podia ser adiantado está pronto para o evento, os últimos ensaios devem acontecer conforme previsto, e que o figurino também já está concluído. “Fizemos o coquetel de lançamento, e tudo que estava dentro do cronograma, mas se eles não cumprirem a parte deles, Monteiro vai tentar buscar parcerias com empresários que possam colaborar com os pagamentos”.

Este ano o espetáculo foi repaginado e, ao invés de três horas de duração, foi enxugado para duas horas. Algumas cenas foram cortadas e outras diminuídas. Novos atores também estão na nova versão, como jovens atores do teatro e atores mirins, que antes não participavam do espetáculo.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News