Rondônia, quinta-feira, 13 de agosto de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Quarta, 24 de Maio de 2017 - 11h03

Produtores rurais tem até o final do ano para se inscrever do Cadastro Ambiental Rural

da Redação


Produtores rurais tem até o final do ano para se inscrever do Cadastro Ambiental Rural

O engenheiro do Serviço Florestal Brasileiro, Daniel Carneiro, apresentou o curso online no auditório da Emater Rondônia, em Porto Velho, sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR).

O cadastro é um registro público declaratório eletrônico, e é uma etapa fundamental para a regularização dos imóveis rurais, exigência do governo federal com base no Código Florestal, Lei 12.651/2012. Os registros deverão compor a base de dados estratégica para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas e demais vegetações nativas do Brasil, bem como para planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais.

Segundo o engenheiro, o cadastro é obrigatório nacionalmente em todos os imóveis rurais, e o prazo para o cadastramento é até 31 de dezembro deste ano, por isso a caravana do Serviço Florestal Brasileiro tem passado por vários municípios, atendendo agora à região Norte, orientando produtores e servidores do setor sobre CAR. Quem não fizer o cadastramento perde o acesso aos benefícios oferecidos pelos bancos financiadores.

“Todas as instituições que cedem crédito agrícola ou seguro agrícola vão exigir o cadastro e aqueles que fizerem dentro prazo terão entre os benefícios a redução de impostos, maior tempo para pagamento de empréstimo, para créditos agrícolas ou contratação de seguro agrícola. Entre esses benefícios, o primeiro é estar regular com a situação da regularidade do imóvel rural, de acordo com a legislação”, explica Carneiro.

Após o prazo, o produtor que não se regularizou, perde benefícios como a redução da área a ser recuperada dentro do imóvel, a redução de insumos básicos necessários para a recomposição e conservação da vegetação em Área de Proteção Permanente (APP) e Reserva Legal. “Também existem linhas de financiamento para sistemas agroflorestais, para atividades de manejo florestal sustentável, e tudo isso é função dos benefícios que o Código Florestal trouxe para quem fizer a inscrição até a data limite”, completa o engenheiro.

Em Rondônia, os produtores poderão buscar mais informações junto à Emater, que já estará preparada para fazer a inscrição dos produtores que não tem acesso à internet.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions