Rondônia, domingo, 29 de novembro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Quarta, 18 de Março de 2009 - 18h43

Professores são obrigados a trabalhar de graça, denuncia Sintero

Adércio Dias


O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintero) denunciou nesta quarta-feira que professores da rede estadual de Rondônia são forçados ao trabalho gratuito no sábado. Segundo o sindicato, os professores assinam uma ata e a registram em cartório, declarando o sábado letivo como trabalho voluntário.

Para o Sintero, “ao impor aulas aos sábados, a Seduc admite que é impossível terminar o ano letivo em 2009 se for seguido o novo calendário aprovado pelos deputados estaduais e implantado pelo governo”. Desde dezembro, quando o novo calendário foi anunciado, o Sintero vem denunciando o erro e exigindo a correção. O sindicato chegou a propor a redução do atraso, iniciando as aulas em meados de fevereiro, o que amenizaria o prejuízo. Nem a Seduc, nem os deputados estaduais aceitaram.

Da forma como foi aprovado o calendário de 2009, o início das aulas atrasou em um mês, praticamente acabando com o recesso obrigatório do meio do ano, e estendendo o ano letivo de 2009 até meados de 2010. “A Seduc chegou a anunciar com vasta propaganda oficial que o atraso do ano letivo não seria prejudicial. Mas agora se vê obrigada a admitir o erro. No entanto, quer descontar a sua falta de planejamento nos professores”, diz Claudir Mata, presidente do Sintero.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions